Moda e Lifestyle

Este Natal compra local. As marcas portuguesas onde vais querer comprar prendas

Comprar local” é, sem dúvida, o slogan deste Natal. Neste ano de pandemia, muitos negócios fecharam as portas na incerteza de quando as iriam abrir de novo, mas, enquanto isso, muitas pessoas viram uma janela a abrir-se e aproveitaram uma nova oportunidade. Hoje em dia, tanto os negócios que sobreviveram ao confinamento, como aqueles que nele surgiram precisam do apoio que o espírito de solidariedade natalício lhes vem trazer. Por isso, se ainda não tens ideia do que queres oferecer aos teus familiares e amigos, mas tens a certeza de que queres ajudar o comércio local, este artigo é para ti!

1. Maria Atarefada

Av. do Uruguai 19B, 1500-613 Lisboa

Fonte: página do instagram Maria Atarefada
Fonte: página do instagram Maria Atarefada

As loiças da Maria Atarefada são tão versáteis e apaixonantes que podes oferecê-las a qualquer pessoa da tua família. Desde a avó mais clássica, àquela tia requintada, passando pela tua mãe, nenhuma ficará indiferente a estas loiças. Este negócio familiar junta mãe e filha desde 2013 e, à terceira mudança, encontra-se em Benfica. Abriu na Lapa, passou para Campo de Ourique e neste momento faz furor a quem passa numa das avenidas mais movimentadas de Benfica. O conceito é simples: loiça ao peso (3,5€/kg-12€/kg). Taças, pratos, jarros, travessas ou saladeiras, vindas de todas as partes do país – única e exclusivamente do nosso país -, diretamente para as mesas de vários restaurantes lisboetas e para as nossas casas. Ao comprares na Maria Atarefada, ajudas não só este negócio local, mas também negócios a nível nacional.

Fonte: página do instagram Maria Atarefada

2. Saponina,

Praceta D.Estefânia nº1 A, 2605-254 Belas (Atelier)

Fonte: simbiotico.eco

Se está nos teus planos oferecer produtos de origem 100% natural e biológica, vegan e com zero desperdício, então o catálogo de 2020 da Saponina Nature está repleto de opções para ti. Esta marca de cosmética nasceu pelas mãos de uma mãe preocupada com a pele atópica da filha e desde aí nunca mais parou. De facto, os produtos apelidados de “amigos do ambiente” são cada vez mais uma opção para muitas pessoas que querem também tornar-se “amigas do ambiente”. Para além de todas as implicações a nível ambiental, há ainda repercussões na nossa saúde provocadas por alguns materiais sintéticos. Os valores desta marca assentam precisamente nessas preocupações, desde os aromas, às matérias primas utilizadas, até aos rótulos e embalagens – nada é escolhido por acaso. 

Fonte: simbiotico.eco

A gama de produtos é bastante vasta, desde os sabonetes aos champôs sólidos, desodorizantes, óleos para o corpo, produtos de higiene oral e até detergentes. Mas, para além disso, há todo um conjunto de acessórios para ajudar a utilizar os produtos, como, por exemplo, escovas de cabelo ou esponjas de esfoliação. Os preços variam entre os 10 e os 15€ nos óleos corporais e os dentífricos de 30 gramas custam 3.50€. Já os champôs secos de 70 gramas rondam os 7.50€ e os detergentes vão desde os 4.50€ aos 9.80€. Na página do Instagram encontras o catálogo que detém todas essas informações. Por isso, não há desculpa para neste Natal deixares alguém de mãos a abanar! 

3. Magapaper

Fonte: página do instagram @hellomagapaper

Na mesma linha de valores que a Saponina, surge a Magapaper, também ela “eco-friendly”. Tudo surgiu da necessidade de Helena Magalhães criar o seu próprio “Diário de Leituras” ou “Book Journal”, uma vez que todos os que encontrava no mercado não lhe enchiam as medidas. Este é um conceito diferente de diário, já que nele reina tudo sobre leituras, sejam desafios literários, sugestões de livros ou anotações de alguns que tenham sido emprestados. Hoje, dois anos depois do surgimento da ideia, a marca já conta com uma grande variedade de artigos de papelaria como notebooks, planners ou agendase ainda uma coolwear e acessórios, com t-shirts, sweatshirts e sacos. Podes encontrar todas estas coisas no site magapaper.pt com preços que vão desde os 3.50€ (postais) até aos 40€ (sweatshirts), sendo que as agendas rondam os 29.90€ e os Book Journal os 24.90€. O melhor? São feitos à mão e ainda podes personalizar com o teu nome ou da pessoa a quem queres dar!

Fonte: página do instagram @hellomagapaper

4. Chulé -the portuguese socks 

Todos sabemos que a prenda mais aborrecida que se pode receber são meias, mas também todos sabemos que é uma das prendas mais fáceis de dar: toda a gente usa, logo será sempre útil! Mas há meias e meias, e a Chulé nasceu há cerca de um ano, precisamente para nos dar a oportunidade de oferecer e usar as meias mais únicas do mercado. As confeções desta marca são 100% portuguesas, desde o local onde são fabricadas ao próprio padrão das mesmas. É usar e abusar da nossa portugalidade, pagando entre 10.95€ e 12.95€, por cada par. Este ano, para além da coleção natalícia, a Chulé tem também parceria com uma associação que distribui refeições e cabazes a famílias carenciadas, a Souma. Ao comprares uma caixa solidária da Chulé por 2€, com capacidade para 4 pares de meias, estás a contribuir para que uma refeição seja distribuída. Assim, este Natal será um 3 em 1: ofereces uma prenda a quem gostas, ajudas os negócios locais e ainda distribuis uma refeição a alguém carenciado! 

Fonte: Página do instagram @chule_socks
Fonte: Página do instagram @chule_socks

Agora que conheces alguns negócios portugueses e tens sugestões de presentes, não te atrases, faz já as tuas encomendas e deixa toda a tua família feliz e surpreendida! Mais importante que fazeres os teus felizes é fazeres com que alguém desconhecido possa ter um Natal mais confortável.  

Artigo revisto por Ana Cardoso

Fonte da foto de capa: vida ativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *