Atualidade,  Informação

França ataca Estado Islâmico

Raqa, a parte do leste da Síria pertencente ao Estado Islâmico, foi, este domingo, bombardeada por aviões franceses com 20 bombas.

O ministro da Defesa francês referiu hoje num comunicado: “O primeiro objetivo destruído era utilizado pelo DAESH (sigla árabe do auto proclamado Estado Islâmico) como posto de comando, centro de recrutamento jiadista e depósito de armas e munições. O segundo objetivo era um campo de treino terrorista”.

Os 12 aviões (entre eles dez caças) partiram ao mesmo tempo da Jordânia e dos Emirados Árabes Unidos, largando 20 bombas, tendo sido “esta operação (…) conduzida em coordenação com as forças norte-americanas”, como se pode ler no comunicado, e planeada “em locais previamente identificados em missões de reconhecimento realizadas por França”.

Este ataque decorre da reinvidicação por parte do autoproclamado Estado Islâmico dos atendados desta sexta-feira em Paris, sobre os quais o presidente francês, François Hollande, afirmou que são ”um ato de guerra cometido por um exército terrorista, o DAESH, um exército jiadista” e que o seu país irá ser “implacável (…) tanto no interior como no exterior”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *