Atualidade,  Informação

Mariano Rajoy nega que o ataque talibã tivesse a embaixada espanhol como alvo

O Presidente da Espanha, Mariano Rajoy, nega que o ataque talibã em Cabul, no dia 11 de Dezembro de 2015, tivesse como alvo a embaixada espanhola no Afeganistão. Contudo confirmou a morte de um agente da polícia espanhola.

Captura de ecrã 2015-12-12, às 00.20.57

Mariano Rajoy, Presidente de Espanha, afirma que o ataque não era “contra nós, mas sim contra uma casa de hóspedes próxima”. Apesar disso, confirmou a morte de um agente da polícia espanhola durante o atentado no Afeganistão, país no qual estão destacados uma dezena de polícias de unidades especiais de intervenção para a embaixada espanhola em Cabul.

As declarações foram transmitidas cerca de uma hora depois de o ministério dos Assuntos Exteriores de Espanha ter confirmado o atentado talibã em Cabul. Sendo que o ataque começou por volta das 18h locais na área de Sherpor, com a explosão de um carro armadilhado e de seguida houve uma invasão de um grupo de talibãs suicidas num alojamento hoteleiro perto da embaixada espanhola.

Os talibãs reivindicaram logo a autoria do ataque e declararam a morte de um elevado número de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *