Atualidade

Obesidade afeta mais de 14% das crianças portuguesas

De modo a combater um dos maiores problemas infantis, as mulheres devem adotar hábitos saudáveis antes da gravidez.

Em Portugal, segundo os números da Direção-Geral de Saúde, cerca de 35% das crianças entre os 6 e os 9 anos apresentam excesso de peso e mais de 14% sofre de obesidade. A médica pediatra Margarida Lobo Antunes reforça a importância de prevenir a doença, através de “hábitos de vida saudável” para as mulheres ainda antes de estas engravidarem.

Explica ainda que “uma boa gravidez é determinante para saber se o bebé vai ter mais probabilidade de ser obeso ou não”. Sendo que a obesidade infantil pode ter origem no comportamento dos pais, os mesmos devem promover sempre o exercício físico e uma alimentação adequada.

Quer isto dizer que, segundo a médica pediatra, os pais “são o modelo das crianças”, ou seja, as crianças acabam por imitar os pais nos seus hábitos alimentares e não só. Outra das soluções passa também pela população, que deverá parar com o estigma de que o “bebé gordinho é o mais saudável”, acrescentando que estes problemas podem não se manifestar na infância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *