Música

Ornatos Violeta

Ornatos Violeta. Sim, hoje ouso falar sobre uma das maiores bandas de Portugal — e umas das poucas que me deixa a mágoa de, provavelmente, nunca vir a ver ao vivo.

Os Ornatos Violeta são uma banda formada no Porto, encabeçada por um homem de bandas, um Dave Grohl português: Manel Cruz. Os Ornatos Violeta foram o primeiro de muitos grandes projectos musicais, como Supernada, Pluto ou Foge Foge Bandido. A poesia incutida nas músicas e o rock alternativo, que muitas vezes se fundia com outros géneros alternativos, como o jazz com pouca visibilidade em Portugal, nos anos 90, fizeram desta uma banda irreverente e que marcou uma geração carregada de ideias e de novos estilos que andavam de boca em boca por toda a Europa e ainda não tinham chegado a Portugal.

Apesar de ser uma banda icónica no nosso país, conta apenas com dois álbuns de estúdio: “Cão!” e “O Monstro Precisa de Amigos”. O primeiro álbum, “Cão!”, ficou marcado por sons aguerridos, criativos e que, com a pujança dada pela voz do vocalista, começou a formar uma enorme legião de fãs, que ainda hoje se mantém. Foi deste álbum que saiu um dos maiores singles desta banda: “Punk Moda Funk”. Um single que, com polémica pela linguagem utilizada e pelas diferentes alternâncias de sonoridade, marcou o espectro da música portuguesa. O segundo álbum, “O Monstro Precisa de Amigos”, veio confirmar e projectar ainda mais a banda. Com grandes músicas, como “Dia Mau” ou “Ouvi Dizer”, Ornatos Violeta passaram da polémica e da revolução para assentar num rock mais alternativo e com letras mais poéticas.

Os Ornatos Violeta voltaram a reunir-se em 2012 e é muito pouco provável que se voltem a reunir, embora Manel Cruz continue a encantar em diferentes projectos. É pouco provável, mas a esperança é a última a morrer.

Avatar

O Tomás é um gajo com a mania de que sabe escrever e que tem opinião sobre tudo. Tem uma farta barba e reza a lenda que sem uma boa imperial nenhuma palavra lhe sai das mãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *