Artes Visuais e Performativas

Os teatros mais bonitos de Lisboa

Quando passeamos por Lisboa não podemos deixar de reparar na quantidade de teatros que existem na cidade. Alguns têm uma arquitetura mais antiga e grandiosa, enquanto outros passam despercebidos no meio da baixa lisboeta. Neste artigo vais encontrar uma pequena lista dos teatros mais bonitos de Lisboa que poderás visitar se fores ver um espetáculo ou através das visitas guiadas que a direção dos mesmos organiza.

Teatro Luís de Camões (LU.CA)

Edificado em 1737 a mando de D. João V e reformado em 1754 por D. José I, o Teatro Luís de Camões situa-se na zona da Ajuda, em Lisboa. Este teatro contém uma única sala ao estilo italiano com uma plateia e frisas laterais delimitadas por um pórtico de madeira. O seu teto é pintado com uma representação da musa Tália, musa da comédia, com uma túnica esvoaçante e uma máscara na mão. O teatro tem uma programação mais virada para o público infantojuvenil e uma visita guiada a partir de 1€ por pessoa e com um mínimo de 6 pessoas por grupo. 

Sala do Teatro Luís de Camões vista do palco. Fonte: Observador

Teatro Nacional de São Carlos

Situado no Chiado e inaugurado em 1793, o Teatro Nacional de São Carlos mantém-se como o único teatro que produz e apresenta ópera em Portugal. É um edifício neoclássico com inspiração setecentista e italiana, tendo sido classificado como Monumento Nacional em 1996. O teatro contém três espaços, onde são apresentados diversos espetáculos de carácter musical: Sala Principal, Salão Nobre e Foyer – onde são apresentados concertos de câmara e pequenos recitais de entrada gratuita. A Sala Principal contém uma decoração extremamente trabalhada em talha dourada e tem também uma tribuna real. As visitas guiadas para este teatro não têm preço estipulado no site e têm de ser feitas por marcação através do endereço de email disponível no site.

Sala Principal do Teatro Nacional São Carlos. Fonte: José Vicente

Teatro Nacional D.Maria II

O Teatro Nacional, situado na praça do Rossio, abriu as suas portas em 1846, nas comemorações do 27º aniversário da rainha D. Maria II. O teatro foi edificado por cima das ruínas do antigo palácio dos Estaús, antiga sede da Inquisição, que tinha sido destruído por um incêndio em 1836. A Sala Garrett, nomeada em homenagem ao escritor e político responsável pela criação do teatro e da Inspeção-Geral dos Teatros e Espetáculos Nacionais, é uma sala grandiosa com a significativa tribuna real no fundo da plateia, com bancos revestidos em veludo vermelho, dando um ar mais clássico à sala de teatro em si. O teatro alberga um vasto leque de espetáculos na sua programação, desde peças a recitais de poesia, e as suas visitas guiadas são às segundas-feiras às 11:00, tendo um preço de 8€ por pessoa, com um limite máximo de 10 pessoas por visita.

Sala Garrett vista do palco. Fonte: Nit.pt

Teatro da Trindade | Inatel

Inaugurado em 1867, o Teatro da Trindade, no coração do Chiado, conta com uma programação muito diversificada, tendo alguns projetos em conjunto com o Projeto Comunidade, entre os mesmos as Conferências do Trindade, que começaram no período da direção de Rui Sérgio. O edifício passa despercebido na Rua Nova da Trindade, com traços pombalinos e neoclássicos. A Sala Carmen Dolores, homenagem feita à atriz por Diogo Infante, diretor artístico do teatro desde novembro de 2017, conta com um teto trabalhado e um candeeiro lindíssimo a cair do mesmo, dando um ar formal e clássico à sala. O teatro tem visitas guiadas às quartas-feiras às 11:00, mediante reserva através do endereço de email disponível no site.

Sala Carmen Dolores vista do palco. Fonte: BestGuide

Teatro Municipal de São Luiz

O Teatro São Luiz foi inaugurado em 1892 na rua António Maria Cardoso, em terrenos que pertenciam à casa de Bragança. Foi um dos primeiros teatros, para além do Real Coliseu, que proporcionou à população portuguesa uma aproximação ao cinema, quando passava pequenos filmes nos intervalos e no final das peças. O teatro tem três salas, a Sala Luís Miguel Cintra, a Sala Bernardo Sassetti e a Sala Mário Viegas, onde costuma haver, não em tempos de pandemia, três apresentações diárias entre as mesmas. As visitas guiadas do teatro decorreram a um sábado de cada mês, entre novembro de 2019 e junho de 2020. O preço das visitas era de 2€, sendo gratuito para quem tinha o cartão São Luiz.

Sala Luis Miguel Cintra vista do palco. Fonte: Agenda Cultural de Lisboa

Teatro Politeama

Edificado em 1912 e inaugurado em 1913, o Teatro Politeama é um dos teatros mais recentes de Lisboa e um dos mais conhecidos de todo o país. Com a direção artística de Filipe La Féria desde 1999, muitas peças de renome e musicais que deixaram os portugueses conquistados a essa vertente do teatro passaram pelo palco deste maravilhoso teatro. As últimas visitas guiadas realizaram-se entre abril e agosto de 2019 e tiveram uma duração aproximada de 1 hora.

Sala principal do Teatro Politeama visto do palco. Fonte: BOL

Espero que, com este confinamento, as coisas melhorem, que possamos voltar a visitar estas belas salas de teatro e a apreciar a cultura como ela deve ser apreciada. Até lá continuaremos a rever as fotografias e os momentos na nossa mente das belas memórias que temos de espaços como estes.

Artigo escrito por: Flávia Gomes

Artigo revisto por: Ana Roquete

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *