Porto Editora volta a colocar à venda livros de atividades polémicos

A empresa livreira diz ter sido comprovado que não havia qualquer discriminação nos blocos de atividades.

A Porto Editora anunciou, no dia 26 de Setembro, que os livros de atividades para rapazes e raparigas que tinham sido suspensos no final de Agosto devido às críticas de discriminação estão novamente disponíveis para compra. Esta mesma decisão está relacionada com o facto de ter ficado comprovada “a não existência de qualquer discriminação nos blocos de atividades”, tal como foi referenciado no comunicado da mesma.

A empresa justifica a anterior suspensão das vendas do artigo com a imediata polémica que se gerou assim que o caso foi conhecido. Na sequência das críticas, foram estabelecidos contactos entre a editora e a Comissão para a Igualdade de Género (CIG), com o objetivo de colaborarem no futuro.

A empresa alega ainda que o relatório do Conselho Editorial da Porto Editora, com base no parecer técnico da CIG divulgado em agosto, contraria muitas das considerações formuladas pela entidade.

 

O Pedro escreve com o Novo Acordo Ortográfico

Artigos recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *