• 7ª Arte,  Secções

    A Rapariga no Comboio: quando o filme descarrila…

    Baseado no bestseller de Paula Hawkins, a história centra-se em Rachel (Emily Blunt), uma mulher melancólica, depressiva, alcoólica e marcada pelo recente divórcio. Todos os dias, ao viajar de comboio entre a sua casa e o emprego, fantasia a vida perfeita de um casal que vive numa das casas visíveis durante o seu percurso diário, projetando nesse casal um romance idílico. Este “vício” rotineiro vai aumentando até que, um dia, Rachel vê algo perturbador: a mulher do casal (interpretada por Haley Bennett) na varanda, agarrada a outro homem… É a partir daqui que a história ganha ritmo e as personagens se cruzam. O filme, realizado por Tate Taylor (As Serviçais),…

  • Literatura,  Secções

    Uma viagem com “A rapariga no comboio”

    Quando comprei “A rapariga no comboio”, na Feira do Livro de 2015, não sabia que este estava a ser um sucesso. Nem sabia muito bem ao que ia. Na realidade, precisava de comprar mais um livro para usar o desconto da Fnac, e este pareceu-me uma boa opção. Desde aí, tem estado poisado na minha estante, em espera. Olhava para ele de vez em quando, com alguma curiosidade, principalmente depois de descobrir que estava em destaque na maioria das lojas. Mas foi só há duas semanas que decidi finalmente pegar nele e dar-lhe uma oportunidade. Agora que o acabei, fico muito feliz por ele ter vindo, quase sem querer, parar…