• Literatura,  Secções

    Recensão crítica: A Cada Dia

    Acho que o melhor é ser sincera logo de início. Este livro de David Levithan não é um livro de consensos. Pelo menos não há consenso junto das pessoas cujas opiniões ouvi. Uns adoraram, outros odiaram. Ninguém chega a acordo! Eu estou no grupo dos que consideram que o livro é bom! Li-o em quatro horas, numa viagem, e fiquei tão chateada por o terminar que quase o comecei a ler de novo enquanto não chegava ao destino. Isto é possível graças à linguagem simples e à escrita fluída do autor. O grande ponto forte do livro é, sem dúvida, a história. No entanto, é a forma como a história…

  • Artes Visuais e Performativas

    A perna esquerda de Tchaikovsky

    Quando cheguei ao Teatro Camões, estava à espera de ver mais do mesmo. No entanto, rapidamente troquei de ideias: este é um bailado absolutamente fora do normal: não há um conjunto de variações do início ao fim do espectáculo, nem tão pouco entradas e saídas de bailarinas pálidas e vestidas com tutus e sapatilhas de ponta. Há uma história, a de Barbora Hruskova, contada na primeira pessoa e na companhia do pianista Mário Laginha. Quando era pequena, Hruskova queria dançar. Embora os pais lhe dissessem que não tinha jeito nem corpo para tal, após anos de treino, lá conseguiu fazer com que os seus ombros não tocassem as orelhas, que…