• Atualidade

    Síntese do mês de abril

    Fim da Era Castrista em Cuba Aos 86 anos, Raúl Castro retirou-se da presidência de Cuba, no dia 19 de abril. Depois de 12 anos no poder – depois de suceder ao irmão Fidel, que estava no poder desde 1959, Raúl Castro é substituído por Miguel Díaz-Canel – número dois do governo desde 2013. Pela primeira vez em décadas, o presidente não é um membro histórico da revolução de 1959 nem será o líder do Partido Comunista de Cuba (PCC) – único autorizado a existir na ilha. Raúl Castro vai manter-se na liderança do PCC até 2021.   Coreia do Norte e Coreia do Sul assinam Declaração de Paz Em…

  • Atualidade

    Estados Unidos preparados para atacar a Síria novamente

    A embaixadora americana da ONU confessou que os Estados Unidos poderão atacar novamente a Síria, caso seja necessário. Após o ataque de mísseis ordenado pelo presidente dos Estados Unidos, a embaixadora dos EUA, Nikki Haley, numa reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU, não descarta a possibilidade de se suceder outro ataque . “Estamos prontos para fazer mais, mas esperemos que não seja necessário”, afirmou. O ataque americano da passada sexta-feira ocorreu na base aérea das forças sírias, em Homs, e pretendia destruir o arsenal do exército de Bashar al-Assad, como consequência do ataque do seu governo com armas químicas, que matou mais de oitenta civis, incluindo dezenas…

  • Atualidade,  Informação

    Conselho de Segurança da ONU aprova negociações de paz para a guerra na Síria

    Na noite passada, os membros do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas aprovaram unanimemente uma resolução que define qual o roteiro que as potências internacionais devem seguir para se implementar a paz na Síria. Nesta resolução, ficou decretado que a ONU tem de apresentar ao Conselho de Segurança diversas propostas que permitam a monitorização de um cessar-fogo dentro do espaço de um mês. Este documento aprovou ainda o calendário que fora previamente aprovado num plano negociado em Viena, que visava início de negociações entre o Governo Bashar Al-Assad e a oposição. Este calendário de dois anos procura estabelecer um Governo de unidade nacional e convocar eleições. A resolução…

  • Atualidade,  Informação

    França acusada de combater e apoiar o terrorismo

    O Presidente da Síria considera-se um defensor do antiterrorismo e acusa França de ter duas faces diferentes relativamente ao terrorismo. A França foi formalmente acusada pelo Presidente sírio, Bashar al-Assad, de preservar uma “amizade” com a Arábia Saudita e com o Qatar. Desta forma, prevalece as duas faces da França ao apoiar e combater o terrorismo por parte dos jihadistas. Todas estas declarações têm como fonte uma entrevista concebida ao seminário francês Valeurs Actuelles, no sábado, mas apenas divulgada ontem, 19 de Novembro de 2015. Segundo o Presidente sírio, a França deveria alterar a sua política ao “fazer parte de uma aliança que luta contra o terrorismo e não de…