• Atualidade

    Carles Puigdemont foi libertado, afirma ser uma vergonha para a Europa ter presos políticos

    Após ter pago a fiança imposta pelo tribunal alemão de 75 mil euros, o ex-presidente da Catalunha foi libertado e expôs as suas opiniões em relação à sua detenção, apelando pelos seus companheiros. O ex-presidente catalão saiu da prisão de Neumunster perto das 13h de sexta-feira, duas semanas após ter sido detido na Alemanha quando tentava regressar à Bélgica. À saída pediu que todos os seus companheiros que estão presos fossem libertados imediatamente, afirmando que “é uma vergonha para a Europa que tem lutado pela democracia ter presos políticos que não cometeram qualquer crime”, recorde-se que estão presos outros 13 políticos independentistas por crimes de rebelião. Puigdemont reforçou ainda: “É…

  • Atualidade

    Roger Torrent eleito presidente do Parlamento Catalão

    Roger Torrent desempenhou o cargo de porta-voz adjunto do Junts pel Sí na última legislatura. O parlamento catalão elegeu, esta quarta-feira, Roger Torrent como presidente, com 65 votos – dos três grupos independentistas -, enquanto o candidato do Ciudadanos – o mais votado nas eleições regionais de dezembro -, teve 56 votos. A eleição do novo presidente decorreu à segunda volta e contou com votos favoráveis dos independentistas, que ocupam, no total, 70 lugares: 34 dos JxCat (Juntos Pela Catalunha, direita separatista), 32 da ERC (Esquerda Republicana da Catalunha) e quatro da CUP (Candidatura de Unidade Popular, extrema-esquerda antissistema). Contabilizaram-se nove votos em branco. Roger Torrent foi eleito por maioria…

  • Atualidade

    Julgamento de extradição de Puigdemont adiado

    A justiça belga retardou a decisão de extradição do líder da Generalitat. Os advogados dos antigos dirigentes catalães serão ouvidos no dia 4 de dezembro. O julgamento surge na sequência da ordem de regresso europeia do ex-líder catalão e quatro ex-conselheiros do governo autónomo.     O Ministério Público da Bélgica pediu esta sexta-feira, 17 de novembro, a execução dos mandados de detenção europeus contra o presidente deposto do governo da Catalunha, Carles Puigdemont, e quatro ex-conselheiros, mas o juiz titular do processo decidiu adiar, para o próximo dia 4 de Dezembro, a decisão sobre os pedidos de extradição pendentes. Carles Puigdemont e os ex-conselheiros – Antoni Comín (Saúde), Meritxell Serret (Agricultura),…

  • Atualidade

    Catalunha: Tribunal Constitucional espanhol anula declaração unilateral de independência

    A declaração unilateral de independência da Catalunha tinha sido aprovada no dia 27 de outubro, numa votação secreta com 70 votos a favor, 10 contra e duas abstenções, onde a oposição não esteve presente. O Tribunal Constitucional espanhol anulou esta quarta-feira a declaração unilateral de independência da Catalunha, aprovada no Parlamento regional catalão a 27 de outubro. A declaração já havia sido suspensa pela Justiça espanhola, depois do Governo espanhol ter considerado que o documento ia contra a Constituição. O Governo espanhol tinha solicitado a anulação do documento há quase duas semanas, depois de este ter sido aprovado à revelia do Estado espanhol, numa votação secreta com 70 votos a favor,…