• Made In ESCS

    Ecologicamente correto, economicamente viável, socialmente justo e culturalmente diverso: será possível nos media?

    Defender, favorecer, apoiar, conservar, cuidar… são muitos os sinónimos da palavra sustentare. Do latim à língua portuguesa nada mudou e o objetivo é sustentar os media, em território português. Numa conferência onde se debateram temas como a fuga de publicidade para novas plataformas internacionais e a concentração de meios, a pergunta que se impôs foi: “Como responder aos desafios dos novos media digitais?”.   “Como é que com esta alteração de paradigma, um jornal vai ao fim da rua, mas também ao fim do mundo?” Foi com esta analogia entre a missão primordial da rádio TSF e a alteração da situação do jornalismo que Francisco Sena Santos, notável jornalista e…

  • Capital

    Women’s Rights Are Human Rights: 2ªEdição da Conferência da He For She

    No passado dia 9 de novembro, na universidade do ISCTE-IUL, realizou-se a segunda edição da conferência sobre os direitos das mulheres da campanha He For She.   Lançada em 2014 pela UN Women, a campanha He For She tem por objetivo alcançar a igualdade de género, tentando mobilizar tanto homens como mulheres para esta causa. “É um movimento jovem. É um movimento de pessoas para pessoas”, afirmou Carolina Pereira, que integra a He For She Portugal. A conferência dividiu-se em dois painéis. O primeiro iniciou-se com a apresentação de teses de mestrados de alunos do ISCTE sobre temas relacionados com o género. Foram abordados assuntos como: a representação política das…

  • Media,  Sem Categoria

    Web Summit: O último dia, mas não menos importante

    Caitlyn Jenner, Rosario Dawson, Sara Sampaio, Martin Garrix e Al Gore foram algumas das personalidades que passaram pela tarde  do último dia da Web Summit.   “Who defines gender? – Quem define o género?” A tarde começou com Caitlyn Jenner, a mulher transexual mais famosa do mundo e campeã olímpica, a discursar sobre a transexualidade e como enfrentou o processo até à sua mudança de género. Afirmando que “Em LGBT, o T é de longe o mais mal compreendido e o menos financiado”, questionou as mulheres no público sobre quando é que souberam que eram raparigas. Para Jenner, para essas mulheres sê-lo é um dado garantido, mas para as transexuais…

  • Media

    Web Summit: A tecnologia aplicada à humanidade

    A tarde do 3º dia da Web Summit, a maior conferência europeia de tecnologia e empreendedorismo, foi marcada por uma diversidade de temas como a inteligência artificial, a cibersegurança e o sexismo na tecnologia.   “The Future of Work: Enabling Human Connection – O futuro do trabalho: possibilitar a conexão humana” O grande destaque neste painel foi o papel da Slack, que facilita a comunicação dentro da empresa, na mudança do paradigma das interações empresariais – a plataforma tem como alguns dos seus principais utilizadores, a Nasa e o Ebay. Stewart Butterfield, o cofundador e CEO da plataforma, afirma que a Slack possibilita criar uma maior empatia e intimidade entre os funcionários…

  • Made In ESCS,  Secções

    Como escrever um bom argumento

    Editora de argumento na produtora britânica de séries televisivas Mainstreet Pictures, atualmente a trabalhar especificamente na soap opera EastEnders, da BBC1, Charlotte Essex é também argumentista e dramaturga. Esteve anteriormente, como editora de argumento, por quatro anos na produtora Company Pictures, onde trabalhou nas séries The Runaway, da Sky One, Wild at Heart, da ITV1, e The Silence, da BBC1. Nasceu em Londres, onde vive; mas veio à Escola Superior de Comunicação Social (ESCS), convidada para a conferência de inauguração do segundo período da pós-graduação em Storytelling. Durante a conversa, a oradora explicou o papel da sua profissão na indústria televisiva – colabora com a autora ou o autor para…

  • Artes Visuais e Performativas

    Um século de modernices

    Já dizia Santa Rita, pintor do século XX, que o mais difícil é “ser original”. Talvez tenha sido por isso que nesse mesmo século, após todas as transformações vividas, se tenha edificado uma nova e presente corrente cultural: o modernismo, todo um novo traço de produção artística no qual se rompe com enraizados cânones de beleza e heranças culturais. No passado dia 1 de Novembro realizou-se uma conferência sobre este tema, iniciada com a menção do centenário da revista Orpheu e com a impossibilidade da celebração do mesmo por propostas vistas com algum indiferença no parlamento e com desagrado na comunidade literária. Os oradores foram Raquel Henriques da Silva (Professora…