• 7ª Arte

    “Ready Player One”: um futuro nostálgico

    https://www.youtube.com/watch?v=VYBDT0SYws4 O refúgio que tem servido para muitos é agora tema de um filme: o mundo virtual. É com “Ready Player One” que Spielberg regressa mais uma vez aos grandes ecrãs, desta vez para alertar para a importância de viver o presente, tal como ele é. A realidade está demasiado deteriorada. No ano 2045, apenas uma coisa dá alegria à vida do jovem Wade Watts: a sua vida virtual no jogo OASIS. Este é um jogo virtual no qual estão todos viciados. Criado por dois génios, Halliday e Ogden Morrow, é para aqui que vêm as pessoas cansadas do mundo real, onde podem fazer e ser o que quiserem. Quando…

  • 7ª Arte,  Secções

    Hunger Games, Mockingjay Parte 2 – Crítica

    O blockbuster Hunger Games chega ao fim bem afastado da qualidade e originalidade que o levou ao sucesso inicial. Depois de um primeiro ‘capítulo’ estonteante, repleto de emoções capazes de colar o espetador ao grande ecrã, a saga termina de forma murcha com uma segunda e última parte de Mockingjay que apenas prolonga o ‘arrefecimento’ das versões que a antecederam. Sim, Jennifer Lawrence continua a interpretar Katniss Everdeen com a mesma identidade que levou o primeiro volume de Hunger Games ao estrelato, mas o argumento não a favorece. Pelo contrário. Peca e muito pela desconstrução da história, repetindo-se por várias vezes as quebras no enredo. O mesmo acontece em Catching…

  • 7ª Arte,  Secções

    Perdido em Marte – um Manual de Sobrevivência

    Ridley Scott realiza The Martian – Perdido em Marte, uma adaptação da obra com o mesmo nome escrita por Andy Weir, que também poderia denominar-se “Manual de Sobrevivência em Marte Para Totós”, dado que a personagem principal adopta métodos e cria engenhos que o mantêm vivo enquanto espera por uma missão de socorro. Mas atenção, para quem acha que a crítica que se seguirá será destrutiva, desenganem-se. Perdido em Marte é realmente um filme apelativo, inteligente, contagiante e com sentido de humor, que tornam agradável a sua visualização, apesar de conter alguns habituais clichés. Mark Watney (Matt Damon) é o protagonista da narrativa. Um astronauta perito em botânica, elemento da…

  • 7ª Arte

    Interstellar: magia do início ao fim

    Matthew McConaughey, Anne Hathaway e Matt Damon: o elenco era de luxo e, pela ficha técnica, Interstellar tinha tudo para fazer furor nas bilheteiras. Foi mais longe: agarrou a audiência, a crítica e deu que falar. Acima de tudo, deu que pensar. É o filme do momento, aquele sobre o qual todos querem saber mais e aquele que vale a pena ver. Ruína na Terra, esperança no espaço. NASA, pois claro. E, assim, o que começa em completo segredo resulta em missões de busca por um planeta habitável. Algures no espaço, em pleno desconhecido, Cooper e Brand investigam missões anteriores em descoberta de vida. Há mais para lá da Via…