• 7ª Arte

    Um Lugar Silencioso – Quem diria que o silêncio poderia ser tão assustador?

    O mundo foi dominado por criaturas cegas que ameaçam a continuação da espécie humana. À primeira vista, poderíamos questionar-nos acerca da ameaça que estas representam. A sua extraordinária audição permite-lhes ouvir à distância tudo o que seja mais alto do que um sussurro. O pior é mesmo o facto de, ao mínimo descuido, estas se moverem a uma velocidade que quase parece a da luz e despedaçarem num segundo o emissor do ruído. Um Lugar Silencioso acompanha o autêntico jogo de hide and seek da família Abbott. Estes têm uma clara vantagem em relação a todos os outros humanos, e talvez por isso tenham sobrevivido até este momento. A criança…

  • 7ª Arte

    “Hostiles”: amor e ódio de mãos entrelaçadas

    Hostiles é uma história de redenção e consciencialização, envolta num ambiente de extrema violência, que nos transporta para a dura realidade da colonização do oeste americano. O filme inicia-se com o brutal assassinato de toda a família de Rosalie (Rosamund Pike) por uma tribo de índios. O ano é de 1862 e estamos em plena época de colonização do território oeste americano, e é, sobretudo, uma época de ódio perante os nativos americanos. O capitão Joseph J. Blocker (Christian Bale) é um desses homens, que vive sob um sentimento de puro ódio contra indígenas, e leva o seu dia-a-dia a capturá-los e a prendê-los. Mas a sua missão muda de…

  • 7ª Arte

    Red Sparrow (2018)

    Até poderíamos esperar mais um filme repleto de espionagem como Atomic Blonde, mas a verdade é que Red Sparrow se distancia imenso deste filme que tanto furor causou em 2015. É certo que ambos nos apresentam duas protagonistas fortes, sedutoras e destemidas, mas Red Sparrow não conta, de todo, com a mesma dose de ação. Red Sparrow, de Francis Lawrence, apresenta-nos Dominika Egorova (interpretada por Jennifer Lawrence), uma prima-bailarina que, após uma grave lesão, se vê obrigada a pôr de parte uma carreira promissora. É aqui que entra o seu tio Vanya (interpretado por Matthias Schoenaerts), um membro importante do governo central com ligações ao Serviço de Inteligência Russo. Graças…

  • 7ª Arte

    Amor de Improviso – Uma comédia romântica para quem está farto de comédias românticas

    Todos os anos podemos encontrar nas salas de cinema um novo filme de comédia com nuances românticas. Estes filmes são, geralmente, uma nova adaptação de um livro do Nicholas Sparks ou um filme onde durante 90 minutos duas pessoas extremamente atraentes sofrem por amor com direito a algum humor à mistura. Ainda assim, nada contra as comédias românticas – nem sempre nos apetece ver um drama carregado de sentimentos negativos que nos deixam tão deprimidos que só nos apetece comer chocolate e adormecer a chorar, por isso, este género de filmes são uma boa alternativa. Em “Amor de Improviso”, encontramos uma história de amor que escapa ao clichê a que…

  • 7ª Arte

    Under the Sun (2015) : A verdade por baixo do sol norte-coreano

    Slides com fotos de uma rapariga, mostrando o seu crescimento, num pano de fundo irreal. Uma janela coberta por duas cortinas que são abertas. A palavra “Ação!”, seguida pelo discurso da menina das fotos: “O meu pai diz: A Coreia é o país mais bonito da parte oriental do globo. A Coreia é a terra do sol nascente “. É desta forma que o documentário Under the Sun começa. Under the Sun acompanha a vida de Zin-Mi, uma rapariga norte-coreana preparada para se juntar à União das Crianças da Coreia do Norte, ao mesmo tempo que mostra o controlo norte-coreano na rodagem do documentário. Certos momentos são tão mirabolantes e…

  • 7ª Arte

    Elementos Secretos (2016)

     Esta é uma história irreverente de mulheres irreverentes. O filme, dirigido e escrito por Theodore Melfi e baseado no livro de Margot Lee Shetterly, toma lugar nos Estados Unidos da América, em 1961, no auge da Guerra Fria e da corrida espacial. Enquanto o país está mergulhado numa crise de segregação racial, a NASA luta por pôr o primeiro homem no espaço. Então, a história segue Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), três grandes amigas que, além de provar a sua competência todos os dias nas instalações da NASA, têm de combater estereótipos que lhes são impostos por uma sociedade conservadora do…

  • 7ª Arte

    Spider-Man: Homecoming – O regresso do cabeça de teia

    Aproveitando este período de regresso às aulas e de início do ano letivo 2017/2018, venho falar-vos do filme que marca o regresso e o renascer do Homem-Aranha, num dos maiores blockbusters deste Verão: Spider-Man: Homecoming. Depois dos direitos do herói pertencerem à Sony por mais de 10 anos, os estúdios da Marvel finalmente conseguiram recuperar a imagem do mesmo e juntá-lo ao tabuleiro de xadrez da produtora, sendo já integrado neste enorme puzzle de super-heróis. No entanto, era necessário haver alterações no super-herói. Era preciso renová-lo e melhorá-lo, tentando eliminar qualquer semelhança com o eterno Spider-Man interpretado por Tobey Maguire. Assim, no filme Capitão América: Guerra Civil, a Marvel apresentou-nos…

  • 7ª Arte

    Baby Driver

    Este verão ficou marcado pelo regresso de Edgar Wright ao grande ecrã com Baby Driver. Conhecido pela recorrente colaboração com Nick Frost e Simon Pegg na Trilogia Cornetto (onde se incluem Shaun of the Dead, Hott Fuzz e The World’s End), foi a segunda vez que o realizador inglês se aventurou a solo na indústria cinematográfica, após o sucesso de Scott Pilgrim vs. The World (2010). Baby Driver é um estonteante filme de ação com subtis toques de humor, romance, ritmo e emoção. Quase como uma homenagem aos grandes clássicos do género das décadas de 60 e 70, Wright desenvolve o protagonista, Baby (Ansel Elgort), que vive mergulhado na música…

  • 7ª Arte

    “What Happened to Monday?” – este não é mais um filme sobre um futuro distópico

    Os originais do Netflix têm surpreendido bastante o público e os críticos nos últimos anos. Sejam filmes ou séries de televisão, o serviço de streaming cria e distribui (quase) sempre grandes sucessos. “What Happened To Monday?” é um dos mais recentes exemplos que demonstra de que é feito o catálogo da Netflix. Um filme de ficção científica com qualidade, um enredo fora do normal e um bom elenco. O filme retrata uma sociedade distópica do futuro – parece cliché e até seria, não fosse o enredo caricato dentro do género. Com as condições ambientais cada vez mais adversas, os governos são obrigados a controlar a natalidade e implementa-se uma política…

  • 7ª Arte

    La La Land (2016)

    Sejamos francos: La La Land é a mais recente coqueluche de Hollywood. Em duzentas e vinte nomeações, o filme arrecadou mais de cento e oitenta. É recordista nos Globos de Ouro com sete prémios ganhos, e, só nos prémios da Academia, os mais ambicionados no mundo da 7ª arte, venceu em seis das 14 categorias para as quais esteve nomeado. E o coração das pessoas, esse, foi conquistado instantaneamente. Ou talvez não. Os dez primeiros minutos do filme são uma autêntica prova de fogo. Para aqueles que sentirem um nó na garganta, aguentem porque vale a pena. La La Land narra a história de amor entre Mia (interpretada por Emma…