• Atualidade

    Obesidade afeta mais de 14% das crianças portuguesas

    De modo a combater um dos maiores problemas infantis, as mulheres devem adotar hábitos saudáveis antes da gravidez. Em Portugal, segundo os números da Direção-Geral de Saúde, cerca de 35% das crianças entre os 6 e os 9 anos apresentam excesso de peso e mais de 14% sofre de obesidade. A médica pediatra Margarida Lobo Antunes reforça a importância de prevenir a doença, através de “hábitos de vida saudável” para as mulheres ainda antes de estas engravidarem. Explica ainda que “uma boa gravidez é determinante para saber se o bebé vai ter mais probabilidade de ser obeso ou não”. Sendo que a obesidade infantil pode ter origem no comportamento dos pais,…

  • Opinião

    Calcifim

    Antes de mais, vão ter de me perdoar o horrível trocadilho que dá título a esta crónica. Não resisti. Tentarei não repetir, mas deixo-vos sem promessas. Seja por hábito, tortura ou laços familiares, se já acompanham este meu “cronismo” há algum tempo, devem saber que poucas coisas me tiram tão depressa do sério como a pseudociência. Já ebuli a homeopatia, vamos agora dar uma espreitadela pelo delicioso mundo dos suplementos alimentares. Desde o Goucha à Rita Pereira, parece que todas as celebridades portuguesas sofrem de uma qualquer avitaminose ou deficiência nutritiva. Cálcio, fósforo, magnésio, vitaminas A, B, C, D, sódio e potássio. São tantos os nutrientes que um deles certamente…

  • Opinião

    Médicos – Onde estão eles?

    Fala-se muito na crescente carência de profissionais na área da saúde. Nas salas de espera, nos atrasos no atendimento e no perpétuo atulho do Amadora-Sintra parece evidente que algo não está certo. As justificações? Alguns apontam o dedo a uma preguicite aguda das classes médicas e ao seu desinteresse em relação ao ofício. Quem é que ainda se sente honestamente surpreendido por esta retórica? É o nosso maior estereótipo. Quantas vezes não ouvimos já falar na molenguice nacional, na apatia portuguesa e no nosso espírito do “empurrar com a barriga”? Discordo cordialmente de todos estes clichês. Não obstante, alguns problemas existem na área da saúde. A falta de médicos em…

  • Grande Entrevista

    “Os médicos portugueses têm capacidade para trabalhar em qualquer lugar do mundo”

    Há quem diga que é sorte. Outros dizem que é obra de Deus, e outros ainda que é o Destino. Mas, mesmo que Deus ou a sorte tenham algum papel determinante na vida hospitalar, há sempre um herói principal que está por detrás das histórias: o médico. Este mês, a ESCS MAGAZINE conhece o lado de um destes heróis, neste caso, de uma heroína, uma médica: estivemos à conversa com Vanda Pratas Vital, de 43 anos, médica-cirurgiã no Hospital da Luz desde 2007, e especialista em cirurgia pediátrica com quase duas décadas de carreira profissional. Numa viagem à faculdade, à Alemanha ou ao futuro, eis a medicina portuguesa (e não…