• Atualidade,  Informação

    Violência doméstica: o drama que não pára

    Hoje soube-se o resultado do relatório anual sobre a violência doméstica que mostra que há mais queixas de violência física no namoro do que no casamento. As estatísticas mantêm-se semelhantes aos anos anteriores, sendo que houve no ano passado mais queixas de violência física no namoro do que nos casamentos, com uma media de casos analisados na casa dos 28 anos. Este relatório dá conta de que 89% das queixas apresentadas se referiam a agressões físicas entre namorados, sendo que as agressões psicológicas não ficam muito atrás, com uma percentagem de 73%. Nos casamentos, as queixas não são significativas. Isso pode explicar-se pelo facto de no namoro ainda não ter…

  • Opinião

    Entre a espada e a parede

    É sempre bom exorcizar este meu dilema, e faço-o através da escrita, o único rito religioso em que creio. Este caso bicudo dura desde que comecei a ter aqueles picos de testosterona de que todos os rapazes são “vítimas”, mais cedo, ou mais tarde. Aquela altura em que o sexo oposto deixa de ser yucky e começa a suscitar certos tipos de interesse. Admito-o: não sei iniciar um contacto amoroso. Este tema dava água pelas barbas e será explanado em futuras crónicas, certamente, portanto foquemo-nos só nesta dicotomia que já referi. A socialização é, e sempre foi, algo extremamente complicado para mim. Padeço desta estranheza do contacto cara-a-cara, que faz…