• Opinião

    Cisgénero, vegan, Non-binary e outras nomenclaturas

    Disclaimer sobre a crônica a seguir: alguns parágrafos refletem minha real opinião sobre o assunto, outras não. Algumas coisas serão ditas por serem meramente engraçadas (para mim) ou intencionalmente provocadoras. Enjoy! Era uma sexta-feira chuvosa. Estava com minha amiga Jéssica num restaurante a divagar sobre a vida, quando o atendente de mesa se aproxima e pergunta, com uma alegria no olhar de quem trabalha todos os dias nessa profissão tão gratificante, o que gostaríamos de comer. – Bom, eu não como carne ou derivados de animais. Há dois meses tornei-me vegan, então gostaria de alguma opção na ementa sem qualquer tipo de crueldade animal – respondeu Jéssica. Engraçado que o…

  • Capital

    VEGAN XMAS NIGHT MARKET

    Foi no dia 11 de dezembro que o Vegan Xmas Night Market teve lugar no novo espaço da capital: O Foodprintz Café. As mesas em madeira e pormenores como plantas em pequenos vasos por estas espalhadas, remetem de imediato para o conceito que este espaço, situado na Rua Rodrigo da Fonseca 82a no Rato em Lisboa, apresenta. Comida, Yoga e Educação são os seus três princípios. A comida é natural, orgânica e local, sendo que todos os pratos são vegans, livres de crueldade animal e ambiental. Cursos de meditação e Yoga também terão o seu lugar e a vertente de Educação estará retratada em diversos workshops e eventos de partilha…

  • Capital,  Secções

    Comer veggie, barato e bem

    É quando achamos que já vimos tudo, que a nossa capital volta a surpreender com mais um cantinho por descobrir. Desta vez não vos vimos falar de eventos, nem de cafés ou restaurantes, aliás, é mesmo isso que podemos ler numa placa situada em cima do balcão deste sítio: “Isto não é um restaurante.” – com o objetivo de não confundir os “clientes” e talvez até de os atrair… A verdade é que quem procura este local para almoçar, jantar ou até mesmo conviver um bocado, fá-lo de mente aberta, em busca de uma experiência completamente diferente daquilo que comummente se encontra em Lisboa. O bom ambiente, embora particular, nasce…

  • Opinião

    Não seja esquisito: largue a sardinha e coma o manjerico

    Eu nunca fiz campanha eleitoral pelas minhas práticas. Cada um toma as opções para a sua vida que considera melhores. Não sou vegan e não tenho nada contra vegans. O que eu contesto é aquele tipo de vegan que chama cruel a quem come carne e peixe e não vê mais nada à frente dos seus olhos do que o veganismo (e bem sabemos que as cenouras fazem bem aos olhos); aquele tipo de vegan que veste o seu cão com uma blusa de malha antes de sair à rua; aquele tipo de vegan que diz que somos omnívoros por opção (sim, eu escolhi nascer com caninos!). Imaginem que a…