Media

The Carrie Diaries: Será só mais um cliché?

A série que vos trago este mês faz a fashionista dentro de mim gritar de felicidade. The Carrie Diares, a série que me instigou a olhar para o mundo da moda com outros olhos e que fez a minha paixão pelas revistas de moda surgir.

Esta série estreou a 14 de janeiro de 2013 e acabou em maio de 2014. Conta apenas com duas temporadas (com muita pena minha). Um fun fact sobre esta série é que ela é um spin-off da série Sex and the City (finalizada dez anos antes).

Fonte: The diary of a teenager

The Carrie Diaries passa-se nos anos 80 e conta a vida de Carrie Bradshaw (interpretada por AnnaSophia Robb), uma adolescente meiga, divertida, bonita e que adora moda. Com 16 anos, Carrie vive só com o pai e a irmã, pois a mãe faleceu. A mesma irá ter o seu primeiro grande amor, Sebastian Kydd (interpretado por Austin Butler), e a sua primeira inimiga, Donna Ladonna (interpretada por Chloe Bridges). Irá aprender a lutar pelo amor, irá questionar-se acerca de tudo o que a rodeia e irá querer experimentar tudo o que lhe for proporcionado.

Com o objetivo de ganhar créditos para entrar na universidade, Carrie trabalha uma vez por semana numa empresa de direito, em Manhattan. Mas o destino prega-lhe uma partida e proporciona um encontro com Larissa Loughton (interpretada por Freema Agyeman), funcionária da Interview Magazine, uma revista de moda. E é aí que a vida da adolescente deixa de ser normal. Carrie ganha uma vida dupla: a vida com que ela sonha e a vida que o pai deseja.

Na minha opinião, esta é uma das melhores séries adolescentes que já vi. Reúne um pouco de tudo aquilo de que gosto: romance, drama e moda. No entanto, o que podia ser cliché deixa de ser. E é isso que torna a série mais interessante.

Se ainda não tens nada para ver estas férias, aproveita e acompanha as descobertas de Carrie e daqueles que a rodeiam.

Artigo corrigido por Rita Asseiceiro

Avatar

Sempre gostou de comunicar, de escrever e de ouvir o que os outros têm para lhe dizer. É apaixonada por moda desde que se lembra. Fica deliciada com histórias de vida incríveis mas que ainda não foram contadas por ninguém, são os diamantes em bruto que gosta de lapidar. No jornalismo encontrou o melhor dos dois mundos: poder aliar todas as suas paixões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *