Atualidade,  Informação

Tiroteio “sangrento” em Campus Académico de Umpqua

Entre 7 a 15 mortos, entre eles o atirador e mais de 20 feridos.

Ontem foi uma quinta-feira negra “manchada” pelo sangue de um tiroteio que ocorreu na Universidade Comunitária de Umpqua, Roseburg, no Estado de Oregon, nos EUA. Bastaram meros segundos para que o atirador, na manhã de quinta-feira, conseguisse vitimar mais de 7 estudantes universitários e ferir outros tantos num dos condados mais pacíficos dos EUA.


132331

Segundo os relatos de testemunhas e da própria polícia norte-americana, podemos afirmar que o atirador atacou sozinho, circulando pelos vários departamentos e edifícios da Universidade. Contudo, o seu principal foco foi apenas uma sala onde toda a tragédia ocorreu, salientando ainda que o atirador, que tinha apenas 20 anos, acabou por ser morto pela polícia e nunca se chegou a saber quais as razões que provocaram este ato horrendo.

Depois desta situação, a polícia fechou o perímetro da Universidade para investigar mochilas que pudessem conter armas ou explosivos, encontrando quatro armas que poderão pertencer ao atirador. Após o incidente, Barack Obama, Presidente dos EUA, agradeceu a rápida intervenção das forças policiais e lamentou as mortes das vítimas, dizendo que as suas “orações” estão com as famílias das mesmas.

Para além disso, criticou a facilidade de se poder comprar armas nos diferentes estados dos EUA, sem haver um controlo preciso e adequado para evitar este tipo de situações. Porém, pediu ao Congresso para criar novas leis de controlo de armas, com o objectivo de diminuir a onda de criminalidade e terrorismo que se tem feito sentir.

Por último, é importante referir que a faculdade, com estudantes com idades de 38 anos, vai estar fechada até segunda-feira para serem feitas investigações e duas das vítimas morreram a caminho do hospital, informam as fontes dos bombeiros. Todas as outras pessoas ficaram feridas, estão a ser tratadas com sucesso e algumas poderão ter “alta médica” brevemente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *