A segunda oportunidade que as tuas roupas merecem

Tens roupa que já não te serve ou que já não usas? Queres dar uma nova vida às peças que tens no teu roupeiro? A compra e venda de roupa em segunda mão traz vários benefícios, não só para todos nós como também para o meio ambiente.

A verdade é que as redes sociais são um local que pode contribuir para a divulgação da venda de roupa. Por um lado, podes criar a tua própria conta de Instagram ou de Facebook, onde pões fotografias de todas as tuas peças de roupa e começas a gerir o teu próprio negócio. No entanto, se não quiseres ser tu a gerir o teu negócio ou criar uma conta própria apenas para esse fim, tens ainda a hipótese de vender no Marketplace do Facebook, onde acabas por ter uma maior rede de pessoas a ver as tuas peças.

No entanto, atualmente já existem várias plataformas e sites de venda e compra de produtos e de peças de roupa online. Roupeiro, MyCloma, Micolet ou reCloset são apenas alguns exemplos de onde podes comprar em segunda mão.

Fonte: Roupeiro.pt

Roupeiro.pt

O Roupeiro, plataforma de compra e venda de peças de roupa e acessórios de homem e de mulher, é direcionada para as pessoas que gostam do método “do it yourself”. Para publicares um anúncio para vender as tuas peças, deves preencher o formulário, escolher um título, tirar fotografias de boa qualidade e descrever a peça. Tudo isto com capacidade de venda para que as pessoas se sintam atraídas pelo teu produto. Se queres ter total controlo sobre a tua venda, pode ser uma boa opção para ti.

Fonte: Mycloma

My Cloma

A plataforma online MyCloma foi criada por jovens empreendedores portugueses, com o objetivo de promover a economia circular através do prolongamento da vida das roupas de homem e de mulher. Para quem compra, é como se fosse uma loja online como todas as outras – fazem entregas em todo o país, tens direito a portes grátis em compras superiores a 30€ e, se não estiveres satisfeito com a tua peça, podes devolver em 14 dias.

Se queres vender as tuas peças no My Cloma, apenas tens de pagar o serviço e os portes de envio para que as tuas peças de roupa sejam recolhidas em tua casa. Com todo o processo de fotografar a peça e de publicação no site, não tens de te preocupar.

Fonte: micolet

Micolet

Criada em 2015, a Micolet é uma loja online de roupa apenas de mulher, onde podes categorizar por peça ou por marca. Esta plataforma diferencia-se no método de apresentar os preços, já que apresenta o preço antigo e o preço pelo qual podes comprar na Micolet.

Caso optes por comprar em segunda mão, nesta loja podes encontrar produtos novos todos os dias, receber a tua encomenda em casa em 72 horas e ainda devolver em 14 dias. Mas há mais do que isso. A Micolet faz uma avaliação de todas as peças para garantir a qualidade da roupa.

Se queres dar uma segunda vida às tuas roupas, a Micolet recolhe as peças em tua casa, após estarem embaladas e com o formulário preenchido, mediante o pagamento do serviço. Após a entrega, é feita uma avaliação das peças de roupa. Se não estiveres de acordo, podes optar por doar a roupa ou pedir para devolver.

Fonte: reCloset

reCloset

Por último, a ESCS Magazine sugere-te a reCloset, uma plataforma online, onde podes comprar e vender “peças com estórias” de homem e de mulher em segunda mão. Com o objetivo de prolongar a vida da roupa e de diminuir os recursos utilizados, a reCloset pretende ser diferente. Em cada peça de roupa, descobres uma nova história – um vestido que agora pode ser teu, mas que já foi usado num casamento pela madrinha do noivo ou uma capa que foi feita pelas mãos de uma amiga e que agora pode ser tua.

Na reCloset, podes optar por vender de duas formas: marketplace e envios. No Marketplace by reCloset, és tu que geres a tua própria loja. Se preferires entregar a tua roupa, também o podes fazer. Através dos envios, deixas que a reCloset trate de todo o negócio, apenas recebes o valor do envio num vale de compras reCloset e a tua comissão, quando as peças forem vendidas.

Opções não faltam! Descobre qual é a melhor para ti e dá uma nova vida às tuas peças de roupa.

Artigo revisto por Miguel Bravo Morais

Fonte da capa: Pexels

Artigos recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *