• 7ª Arte

    “Rapariga com Brinco de Pérola”: a pintura cinematográfica de Vermeer

    Johannes Vermeer foi um dos maiores pintores do século XVII dentro do contexto da Arte dos Países Baixos, um movimento artístico que estava no seu auge, na época. Ainda que existam, atualmente, apenas 39 pinturas do artista em boas condições, o seu legado, principalmente no que diz respeito às pinturas de género (pinturas que envolvem a representação do quotidiano e das pessoas comuns), é imensurável. O seu quadro mais famoso e enigmático é, entretanto, um retrato (não uma pintura de género) de uma servente sobre a qual nunca se soube muito – “Rapariga com Brinco de Pérola” (1665). Por anos, os amantes das artes plásticas buscaram entender o que teria…

  • Capital

    Um dia no LX Factory

    Em Alcântara, quase na beira do Rio, encontramos a LXFACTORY, um dos maiores pontos turísticos de Lisboa. Este espaço alternativo era, originalmente, uma área industrial. Construída em 1846 pela Companhia de Fiação e Tecidos Lisbonense, foi ocupada mais tarde, também, pela Companhia Industrial de Portugal e Colónias, pela tipografia Anuário Comercial de Portugal e pela Gráfica Mirandela, o que justifica o seu nome. Todavia, quando a zona industrial lisboeta se deslocou para a região mais ao norte da cidade, este local foi abandonado, permanecendo escondido por anos até que, em 2005, a Mainsite – uma empresa francesa do ramo imobiliário – resolveu comprar o terreno e revitalizar o lugar, ressignificando…

  • 7ª Arte

    “Ma Rainey: A Mãe do Blues” – Meritocracia posta em causa

    Ainda no ritmo dos Óscares, Ma Rainey: A Mãe do Blues é uma das maiores produções da Netflix neste último ano e propõe-se a dar umas pinceladas na vida de Ma Rainey, a Rainha-mãe do Blues mundial. Contudo, o filme que, aparentemente, seria apenas sobre música e a vida dos artistas dos anos 20 acaba por ser uma completa e profunda representação da vida e das dificuldades da comunidade negra no contexto em questão. Inspirado numa peça de teatro de August Wilson – que leva o mesmo nome –, o filme original, dirigido por George C. Wolfe, é rico em diálogos, monólogos, cenas longas e vários outros atributos trazidos dos…

  • 7ª Arte

    Os Óscares: Das elites para o grande público

    Pelos últimos 93 anos, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, localizada em Beverly Hills, Califórnia, tem vindo a organizar a maior premiação da cultura ocidental: os Óscares. Com um total de 24 categorias que permeiam as cinco ramificações da 7ª arte (atores, diretores, produtores, roteiristas e técnicos), os Prémios de Mérito da Academia (nome formal da estatueta dourada) não apenas celebram e homenageiam incríveis produções, como também ditam tendências e influenciam o mercado e a produção cinematográficos mundialmente. Além do enorme prestígio ganho, é comprovado que qualquer filme vencedor na maior categoria da noite de premiação (“O Melhor Filme”, apresentada, desde 1972, por último) terá um aumento significativo do…

  • Capital

    Monsanto: a ponte entre a capital e a natureza

    Na beirada de Lisboa, quase entrando nas localidades ao redor da capital, encontra-se o maior parque urbano de Portugal. O Parque Florestal do Monsanto situa-se na Serra de Monsanto, na zona ocidental da cidade. Até ao final dos anos 30, esta zona era separada para a plantação de cereais, contudo, o então Ministro das Obras Públicas, Duarte Pacheco, decidiu replantar a área, de forma a criar um espaço de lazer e recreio para a população. Verifica-se que este plano foi concretizado com sucesso e expansão, pois hoje em dia, esta é já considerada uma floresta adulta onde se erguem centenas de espécies de árvores e mais de 60 espécies de…

  • 7ª Arte

    Dr Seuss: De clássicos literários para o cinema

    Na história da sétima arte, adaptações de obras literárias são extremamente comuns. Mesmo assim, ainda há um dilema neste meio acerca da validade de certas adaptações. Enquanto a comunicação entre as diferentes formas de arte é normal e a intertextualidade é até mesmo apreciada, no cinema ainda existe uma certa resistência a esta prática. Muitos colocam a questão de que filmes adaptados de livros seriam apenas caçadores de dinheiro, porque não se preocupam com a verdadeira essência das obras e querem apenas aproveitar-se do público. Contudo, se este é o problema a seu respeito, já vimos diversos exemplos de adaptações bem sucedidas e bem feitas, desde “Senhor dos Anéis” até…

  • Capital

    Mercado Oriental: um pedacinho da Ásia em Lisboa

    Em época de pandemia, planear qualquer tipo de viagem é praticamente impossível, principalmente para fora do continente europeu. O Mercado Oriental, localizado na praça do Martim Moniz, é uma ótima opção para aqueles que anseiam explorar a Ásia e a sua riquíssima cultura, mas não podem por enquanto. E que caminho melhor para experienciar uma cultura do que através da sua comida? Este espaço que surgiu há menos de três anos tem como proposta principal apresentar as várias vertentes e formas da cultura asiática. Quando entramos no Mercado, há duas possibilidades: subir ao primeiro piso, em direção aos restaurantes, ou descer à cave, onde está o supermercado Amanhecer. No piso…

  • 7ª Arte

    Emma, e ponto final

    Mais uma adaptação de Jane Austen, autora de “Orgulho e Preconceito”, “Razão e Sensibilidade” e “Emma.” – como o próprio ponto final no título indica – é um romance de época (period piece) que se propõe a mostrar e satirizar a vida na zona rural inglesa, durante o século XIX. Contudo, em pouco esta obra da diretora estreante Autumn de Wilde se assemelha às adaptações anteriores dos livros da escritora inglesa. A personagem principal, interpretada pela talentosa Anya Taylor Joy, – que tem sido muito aclamada pelo seu trabalho em “Gambito de Dama” – Emma Woodhouse, é descrita logo no início do filme como sendo rica, inteligente e bonita. A…

  • Capital

    Cafetarias Especiais

    É inegável a apreciação que o povo português tem pelo café. Estamos, afinal, no país com o maior número de cafeterias per capita da Europa. E as cafeterias de especialidade são um dos frutos desse amor. Nelas apenas são vendidos cafés que foram produzidos artesanalmente. Houve um zelo extremado para que o produto que chega na sua chávena seja o melhor possível. Desde a plantação até à preparação, passando pela colheita, pela seleção dos grãos, pela exportação e pela torra. Essas cafeterias que têm crescido e que se têm expandido em Lisboa nos últimos sete anos propõem a todos os ‘coffee lovers’ uma inédita experiência com a segunda bebida mais…

  • 7ª Arte

    Música no Coração: Revisitar um clássico

    Há pouco mais de 65 anos atrás, no dia 10 de Janeiro de 1966, estreava em Portugal um dos maiores clássicos do cinema mundial: Música no Coração. O filme que chegara ao público norte-americano em março do ano anterior encanta até hoje milhares de pessoas por todo o mundo, tendo inspirado desde grandes e renomadas produções teatrais e cinematográficas, desde o mais recente La La Land até à cultura pop ‘mainstream’, através de músicas como “7 rings”, da Ariana Grande. Numa tentativa de preservar o rigor, é importante salientar que a minha relação pessoal com o filme vem sendo estabelecida desde minha infância, o que certamente influencia a perceção que…