• Media

    4 séries para veres quando te sentes uma pessoa horrível

    Aceitemos a realidade. Quase todos nós, numa altura ou outra, nos sentimos uma pessoa horrível! E faz parte… Não importa o quanto eles tenham tentado, mas a alta probabilidade de os nossos pais nos terem traumatizado de alguma maneira faz com que tenhamos algumas pontas soltas no nosso cérebro e, por isso, faz também com que tenhamos alguns momentos dos quais não nos orgulhamos. Mas a verdade é que todos cometemos erros e, a não ser que tenham morto alguém ou posto ananás na pizza, vai sempre existir espaço de redenção. E, mesmo que neste momento se sintam uma exceção a esta regra, não significa que tenham de marinar em…

  • 7ª Arte

    “Shrek” Vs “Shrek 2″…De acordo com a ciência

    Passados cerca de 2 meses desde o aniversário de 10 anos do lançamento da obra-prima de animação e enciclopédia “memeográfica” que é o Shrek e a dois meses do aniversário de 7 anos da sua igualmente genial sequela, Shrek 2, pensei em fazer o impensável… comparar os dois filmes para descobrir qual é o melhor! É quase impossível negar o quão bom é o Shrek 2 enquanto sequela, porém, muitos não reparam na sua força enquanto filme individual. Na verdade, quando eu questionei a minha amostra gigante das cerca de 600 pessoas que me seguem no Instagram, 83 foram gentis o suficiente para me responderem qual dos dois preferem. A…

  • Media

    “GOSSIP GIRL” – SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO AOS RICOS

    Acreditem ou não, estamos a um ano do aniversário de dez anos do último episódio de “Gossip Girl”, e, com um reboot a caminho, a série voltou às esferas de interesse de um público que tinha de se entreter com alguma coisa enquanto estava fechado em casa. Apesar da sua reputação questionável na altura, atualmente muitos consideram a série uma das melhores do seu género e – acreditemos ou não – adolescentes ricos a viverem vidas interessantes é um género em si. É por isso que me deixa um pouco frustrado quando ouço pessoas a dizer que “Gossip Girl” é boa para passar o tempo, mas que não tem muito…

  • 7ª Arte

    Don Jon – Pornografia Sentimental

    Eu acredito que a parte mais poderosa do cinema é o facto de podermos tirar lições das histórias de outras pessoas, mesmo que essas sejam fictícias. E, tal como tudo na vida, encontramos muitas vezes as lições mais poderosas nos lugares em que menos contamos encontrar. Um ótimo exemplo disto é o subestimado filme de 2013 Don Jon, realizado e protagonizado por Joseph Gordon-Levitt, acompanhado pelas excelentes Scarlett Johansson e Julianne Moore. O filme segue Jon, um homem cuja vida se resume a festa e sexo. Aparentemente, tem tudo aquilo de que precisa – boa casa, aparência, um emprego de que gosta e uma relação estável com a sua família.…

  • Media

    O Joey é a pior personagem do Friends! Change my mind…

    Friends foi uma série americana criada por David Crane e Marta Kauffman, exibida de 1994 a 2004, que segue a vida de 6 amigos e as suas aventuras semi-realistas enquanto jovens-adultos em Nova Iorque. A chave do seu sucesso duradouro? As suas personagens – Monica, Chandler, Rachel, Ross, Phoebe e, o objeto de análise deste artigo, Joey. Quero começar por dizer que não odeio o Joey. Aliás, gosto dele o suficiente para o conseguir ver e defender contra o tratamento que teve enquanto personagem. Não só foi longe do que merecia enquanto pessoa, como ainda mais distante daquilo que fazia sentido com o que nos foi dado como 10 anos…

  • 7ª Arte

    April Fools’ Day – O filme que enganou toda a gente!

    Nos tempos de hoje, existe um filme para qualquer altura do ano…. Temos centenas de filmes para nos assustar no Halloween, assim como milhares para colocarmos a dar durante um dia chuvoso em dezembro. Para além disso, temos longas-metragens para o Dia dos Namorados, Dia da Mãe, véspera do Ano Novo e até para a Páscoa, graças a Mel Gibson (se considerarem Paixão de Cristo um filme de Páscoa). Não devia, por isso, ser uma surpresa que tenhamos uma peça cinematográfica para o tão desvalorizado Dia das Mentiras, chamado (segurem o vosso queixo) O Dia das Mentiras. O filme, realizado por Fred Walton, foi lançado em 1986, e, ironicamente, foi…

  • Media

    Please Like Me – A realidade dura e cozinhada

    Uma análise sem spoilers Criada e escrita por Josh Thomas, Please Like Me é uma série australiana exibida entre 2013 e 2016 que segue Josh, um jovem homossexual que vai viver com a mãe após esta se tentar suicidar. Esta é uma sinopse bastante simplificada para resumir o que a série tem para oferecer, uma vez que no seu núcleo temos um retrato realista, hilariante e brutal da vida de um grupo de pessoas em Melbourne, ao longo de 4 curtas temporadas. Palavras como realismo e honestidade são termos atirados no mundo televisivo moderno e, normalmente, são palavras-código para doenças mentais e uso de drogas. Porém, enquanto muitas destas se…

  • 7ª Arte

    A complexidade da vingança feminina em filme

    Com o filme Uma miúda com Potencial a dominar os Globos de Ouro, muitos têm previsto que esta gema de Emerald Fennel poderá ganhar muitas das categorias para que está nomeado. Enquanto alguém que viu e gostou, não consegui deixar de pensar em todos os filmes que abriram as portas para o seu sucesso e permitiram o aperfeiçoamento da fórmula do que é, na sua base, um conto de vingança feminina, um género que tem fama de ser complicado. A responsabilidade subentendida do género Quando pesquisei filmes de vingança feminina, encontrei algumas gemas, mas poucos mainstream que pudessem ser comparados ao objeto de análise. Porém, houve um que reparei que…

  • Media

    The Queen’s Gambit: Como construir um final (quase) perfeito!

    O “Gambito de Dama” é uma série limitada da Netflix, baseada numa obra com o mesmo nome, da autoria de Walter Travis. A trama acompanha uma brilhante jovem, Elizabeth Harmon, na sua viagem para se tornar a melhor jogadora de xadrez do mundo. Ao longo desta jornada assistimos à sua luta contra os seus demónios e à forma como lida com novos vícios, como as drogas e o álcool, que destroem progressivamente as suas relações com os que a rodeiam e até consigo mesma. Esta série é uma das melhores ofertas do serviço de streaming. Está bem escrita, visualmente cativante e confere, possivelmente, a melhor performance de uma atriz numa…

  • 7ª Arte

    “Uma Miúda com Potencial”: A realidade da vingança feminina

    Promising Young Woman ou Uma miúda com Potencial é um dos vários filmes cujo lançamento era suposto acontecer em 2020, porém, devido às limitações da pandemia, teve o seu lançamento em streaming este mês. Com as suas críticas de 2020 a serem maioritariamente positivas, a questão levantada pelas audiências era não só se o filme ia corresponder às expetativas, mas se ia valer a pena a espera… De acordo comigo e com muitos outros que tinham este filme no topo dos seus mais antecipados desde o ano passado, posso dizer com certeza que temos um vencedor nas nossas mãos. A trama segue Cassandra (Carey Mulligan), uma jovem de 30 anos…