City vence em Madrid por 2-1

No Estádio Santiago Bernabéu, na primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, o Manchester City derrotou o Real Madrid por 2-1.

Numa partida com oscilações no domínio do jogo, a vitória sorriu aos comandados de Guardiola. Houve equilíbrio na posse de bola (52 por cento dos ingleses contra 47 por cento dos espanhóis), mas houve maior diferença no capítulo dos remates, com mais remates da parte dos citizens (16 contra 9).

À passagem do minuto 21, o City deixou o primeiro aviso. De Bruyne lançou Jesus em profundidade e este contornou dois defesas merengues e rematou para a defesa de Courtouis.

Aos 30 minutos, após o cruzamento de Mendy, Benzema cabeceou de cima para baixo, com Ederson a ir ao chão salvar esta bola. Vinicius falhou por pouco a recarga.
No tempo de descontos da primeira parte, Casemiro impediu em cima da linha a bola de entrar, depois de um remate com origem numa bola que sobrou para Jesus na sequência de um canto.

Nos primeiros 10 minutos da segunda parte, sucederam-se três oportunidades para Mahrez atirar à baliza: uma saiu ao lado e duas foram paradas por Courtouis.

Mas quem se adiantou no marcador foi o Real Madrid. O City perdeu a bola a meio campo. Walker ainda conseguiu apoderar-se da bola, mas Vinicius roubou-lha e assistiu Isco, que na cara do guarda-redes não perdoou.Em cinco minutos, os citizens completaram a reviravolta no marcador. Aos 78 minutos, surgiu o golo do empate. Já dentro da área, De Bruyne ganhou a linha de fundo. Três defensores merengues tentaram condicioná-lo, mas o belga virou para dentro e cruzou para o cabeceamento certeiro de Jesus. O Real Madrid reclamou um empurrão do avançado brasileiro nas costas de Ramos no momento em que ambos estavam no ar.

Golo envolto em polémica. Fonte: Marca

Aos 83 minutos, De Bruyne fez o segundo golo dos ingleses de grande penalidade. Sterling tentava ultrapassar Carvajal em direção à linha de fundo, já dentro da área, quando o espanhol fez-lhe uma rasteira. Da marca dos 11 metros, De Bruyne atirou para um lado e Courtouis lançou-se para o outro.

Jogadores do City celebram a consumação da reviravolta. Fonte: Daily Mail

Aos 86 minutos, Ramos viu o cartão vermelho, depois de travar Jesus em falta à entrada da área quando o atacante seguia isolado para a baliza.

A segunda mão desta eliminatória discute-se dia 17 de março, em Manchester.

Artigo revisto por Ângela Cardoso

Artigos recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *