Merc’art Democr’art

O conceito nasceu em 2016, pela mão de Alexandra Quadros e está sediado no LX Factory. Mas, atenção: mesmo quando não está em exposição, todas as suas obras estão disponíveis para consulta ou compra no site oficial: www.mercart.pt.

Merc’art é o nome. Democr’art é o lema. E porquê? Por um lado, porque lutam pela democratização, e valorização, da arte nas gerações mais jovens, praticando uma política de 50/50 com os artistas.

Por outro lado, porque a sua principal ideologia é tornar a arte mais acessível, para que que todos possam estar em contacto com a beleza e felicidade que dela advêm.

Permite-se ainda um acesso privilegiado, não só a peças de artistas em ascensão de carreira, que mostram pela primeira vez os seus trabalhos, como também a originais de vários artistas de renome, entre os quais é possível encontrar nomes, tais como:

– Bina Tangerina, ilustradora portuguesa, Catarina Glam, artista urbana Portuguesa, Tom Barry, fotógrafo irlandês e Boa mistura, equipa de graffiti nascida em Madrid. (ilustrações na respetiva ordem)

É importante reforçar que este mercado de arte não se foca apenas na pintura e/ou na fotografia. Existe uma vasta amostra de artistas desde ilustradores, digital artists e até tattoo artists representados no Merc’art. 

Para além da valorização dos artistas, no merc’art defendem-se os “diferentes bolsos”. Assim, estão disponíveis várias obras para orçamentos distintos: desde fine art prints a originais de diversos tamanhos e diferentes técnicas.  

Embora o website esteja disponível durante 365 dias, é no final de cada ano que o Merc’art apresenta novas coleções de obras e de artistas: É possível visitar este mercado entre os meses de Novembro e Dezembro no LX Factory, em Lisboa.

Para quem quiser estar a par da programação, a informação está em constante atualização no Instagram @merc_art, juntamente com uma breve apresentação do trabalho de cada convidado. 

Quer seja com o intuito de comprar uma obra original, ou apenas para vislumbrar as belíssimas peças de arte apresentadas, o Merc’art está sempre disponível online.

Artigos recentes

The (not so) Good Place

Estás à procura de uma série curta e divertida para fazer binge-watching durante a quarentena? The Good Place pode ser a melhor opção. Esta série

Ler mais »

SNS e o suicídio

Não saber que o Sistema Nacional de Saúde é lento é como não saber que data é 1143: é sinal de que não se é

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *