Literatura

Desenhador de Palavras: Homem Sem Blogue

A forma como se lê tem estado em mutação: de livros físicos e pesados passou-se para um pequeno e-reader, que pode alojar centenas — e até milhares — de livros com o peso de alguns gramas, e tornou-se também mais fácil publicar um livro: seja por facilidade de editoras, seja por facilidade em colocar um livro online. Este não é nenhum desses casos. É um livro? É um e-book? É uma publicação blogosférica? Bem, talvez seja um e-book blogosférico.

O Homem Sem Blogue é um blogue português, escrito por um jornalista de forma mais ou menos anónima, visto que, entretanto, o blogue passou a ter uma fotografia real do Bruno, o autor, na página inicial, e, além de incluir algumas publicações mais ou menos pessoais e opinativas, conseguiu surpreender quando Bruno decidiu publicar um texto intitulado de “Is this love?”.

Este texto, que viria a ser o primeiro de vinte capítulos, foi inicialmente publicado a 9 de setembro de 2013. Na altura era uma história solta, tal como Bruno comentou no blogue, mas o feedback recebido na altura fez com que decidisse continuar a história. E assim fez.

Em “Is this love?” é-nos apresentada a história de um rapaz e de uma rapariga, cujos nomes só sabemos mais tarde, que cresceram juntos e, por se terem afeiçoado um ao outro, acabam por se deixar influenciar pelos outros e consideram-se namorados. No entanto, à medida que vão crescendo, afastam-se e percebem que o que os une talvez não seja amor. Ou assim o pensam. Com a ida para a universidade, ela arranja namorado; ele arranja companhias diferentes para cada noite. Embora não combinem, todos os dias acabam por se encontrar num café, que ela frequenta com o namorado.

Um dia ela aparece sozinha no café e, para aproveitar uma oportunidade única, ele confessa-se apaixonado por ela e justifica todas as noites com mulheres diferentes como uma forma de tentar combater a solidão que ela criou quando lhe disse que namorava.

Fácil de ler, com capítulos curtos, cativantes, a vontade de os leitores lerem mais da história levou a vários comentários positivos. Os leitores não só queriam mostrar o agrado em relação ao que era publicado no Homem Sem Blogue, mas também queriam tentar adivinhar e sugerir desenvolvimentos.

Uma história com um desenrolar surpreendente e cuja publicação online, capítulo a capítulo, talvez tenha sido a maior arma de sucesso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *