Atualidade,  Informação

Especial Legislativas – Debate Político

Francisco Manuel Reis, Gonçalo Nuno Cabral e Ruben Martins. Estes foram os convidados de Pedro Mateus em mais um especial “Legislativas 2015”. A cobertura conjunta da ESCS MAGAZINE e da ESCS FM fez, assim, uma análise geral à campanha eleitoral.

Foram 45 minutos de discussão e debate sobre a campanha eleitoral, onde não faltaram temas como as sondagens, o debate entre Pedro Passos Coelho e António Costa, a opinião que os jovens têm da política e as perspectivas dos três convidados para estas Legislativas.

Para o Gonçalo Nuno Cabral, quem surpreendeu mais nesta campanha foi o Bloco de Esquerda. Gonçalo afirmou que “as irmãs Mortágua foram um trunfo importante” e que “estão a levar o Bloco de Esquerda a um patamar muito superior ao de 2011”.

Francisco Manuel Reis foi sucinto e afirmativo ao dizer que os debates políticos “não dizem nada”. Gonçalo Nuno Cabral concordou e acrescentou que “o país são as pessoas e nos debates aquilo que se discute são os números”.

Quando questionado sobre a possibilidade de se formar uma coligação de esquerda com o Partido Socialista, Ruben Martins refere que “só é possível existir coligação do PS com a esquerda” e que “a hipótese mais provável é com o Livre porque os outros partidos têm uma tradição demasiado forte e leal”.

Quanto à questão sobre quem será a terceira força política, os três concordaram que a luta entre o primeiro e o segundo vai ser tão renhida como a luta pelo terceiro e pelo quarto.

O debate terminou após 45 minutos e para Francisco Manuel Reis, Gonçalo Nuno Cabral e Ruben Martins é importante exercer o direito ao voto porque foi uma conquista importante para o avanço democrático e sem votar não se pode, depois, esperar que algo mude ou reclamar quando as coisas correm mal.

Para ouvires o debate basta acederes ao Mixcloud da ESCS FM aqui: https://goo.gl/v6MyZ9

Avatar

O Pedro acha-se muito esperto mas quem for ver percebe que no fundo é apenas parvo, mas já morreu uma vez e esteve para morrer outras duas, por isso tem desculpa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *