Capital

Labirinto: de experienciar e gritar por mais

És fã de terror? Gostas de emoções fortes? Então o Labirinto Lisboa pode ser aquilo que procuras na Capital.

slide

Situado em frente ao Meninos do Rio e reaberto oficialmente no dia 13 de Fevereiro, o Labirinto Lisboa oferece uma experiência surpreendente a vários níveis.

Tendo por base a História de Portugal, o criador, Ricardo Rodrigues, desenhou um percurso que dura, em média, 15 minutos e que promete impactar os visitantes. O projecto de um grande fã do género de terror nasceu de um sonho de preencher uma lacuna em Portugal, onde a oferta de atracções e experiências deste tipo é pouca ou inexistente.

Nasce assim o Labirinto Lisboa. Com inspiração nas grandes casas de terror, especialmente as europeias The London Dungeon e Le Manoir de Paris, esta experiência traz de volta à vida personagens icónicos da nossa história, tais como o Cardeal D. Henrique, Padeira de Aljubarrota e Diogo Alves, bem como aqueles personagens de que a pacata história nacional opta por não destacar – Luísa de Jesus, serial killer portuguesa e a última mulher condenada à morte em Portugal, é um dos exemplos.

IMG_7950.CR2

“O medo é psicológico e estar no backstage de uma atracção de terror é muito gratificante para perceber como é que as pessoas funcionam”, diz Ricardo Rodrigues. O criador confirma que já viu de tudo, desde desmaios, choros até risos  – “É curioso ver as reacções de cada grupo e por vezes é quem parece menos nervoso ao início que sai mais abalado”.

O típico visitante é feminino, uma vez que “as mulheres são mais corajosas e tendem a ir em grandes grupos e então sim arrastar os homens”. Turistas também os há, e asseguram que a atracção era exactamente o que faltava em Portugal, comparando-a com outros locais de anteriores visitas.

À entrada do espaço, a Inveja, um personagem da casa, recebe quem a ousa visitar e habitua-nos rapidamente a que a morte esteja próxima. Enquanto se ouvem os procedimentos de segurança e se tratam dos assuntos de bilheteira, esta habitante ajuda no processo e desencoraja a entrada de todos os que não forem corajosos.

A Inveja é a anfitriã do Labirinto Lisboa.
A Inveja é a anfitriã do Labirinto Lisboa.

Após a ambientação inicial, somos convidados a entrar num mundo onde os cenários nos transportam no tempo e no qual os actores nos relembram de que a história é outra e não aquela ensinada na escola. Treinados para reagir e provocar reacções, os personagens interagem com os corajosos durante todo o processo e procuram o ponto de viragem que faz a diferença. Sob a máxima de que o medo é natural e que difere de pessoa para pessoa, a equipa do Labirinto Lisboa procura o medo de cada pessoa, seja ele de espaços apertados, escuro, sobrenatural ou até de ambientes circenses.

Findada a visita, os visitantes saem maravilhados e, assim como a Magazine, esperam poder voltar e repetir a experiência. À despedida ficam risos, choros, e o Wall of Shame para ser assinado por quem não completa o percurso.

Com vontade de fazer mais e melhor, ficam as perspectivas de ampliação do espectáculo, de utilização de câmaras ao longo do percurso e, quem sabe até, de algo mais radical, como uma montanha russa.

Se ficaste com o sangue a fervilhar e queres conhecer este novo espaço na tua Capital, podes fazê-lo Quartas, Quintas e Domingos  das 17h às 22h, e Sextas e Sábados das 17h às 24h.

Eles estão mortos para te conhecer. E tu? Queres continuar às escuras?

IMG_7948.CR2

 

 

Fotografias por: Sílvia Carapeto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *