Moda e Lifestyle

Maquilhagem que aprendemos com as drag queens

Maquilhar como uma drag queen pode parecer algo muito distante da realidade. Porém, se tens acompanhado as beauty trends, incluíste muitos truques delas na tua rotina. Antes das celebridades pensarem em remodelar os próprios rostos com sombras e preencherem os olhos com delineado, essas artistas já trabalhavam versões mais avançadas dessas técnicas ao prepararem-se para as atuações. Vê algumas delas!

Fonte: bustle.com

Luzes e sombras no novo contorno

Provavelmente, já viste aquela clássica imagem da Kim Kardashian a demonstrar como faz o seu contorno, dia após dia. Um novo rosto com maior definição e em poucas etapas! Trabalhar os pontos em que se deve ter luz e aqueles em que se deve sombrear foi algo que rapidamente virou moda e vem na verdade dos camarins das drag queens.

Para entrarem nas suas personagens, essas artistas reconstroem basicamente do zero os seus rostos. Com tudo coberto, inclusive as sobrancelhas, partem de uma tela em branco para criarem o visual imponente típico das drag queens. O contorno é uma das técnicas por elas adotada para desenhar os traços desse “novo rosto” que incorporam nos seus.

Os pontos mais altos devem ser iluminados, como é o caso da parte central da testa, ponte do nariz e a parte debaixo dos olhos. Formar um triângulo nessa, com um tom um pouco mais claro do que o da tua pele, irá realçar os olhos. Para não ficar com as marcas da pele, aposta num pó translúcido.

Fonte: hbfit.com

Cria-se profundidade com uma base ou corretor de tom mais escuro, por sua vez, tendo sempre cuidado para se manter natural. Uma boa aposta, no verão, é usar o teu bronzer. Já no inverno, as tonalidades mais muted e frias conseguirão dar um ar mais sóbrio ao look. Acompanhando o 3 da lateral do rosto – a testa, os cheekbones e o maxilar -, usas o truque das drag queens para ter mais definição nos teus traços.

O nariz afilado como o que as suas personas têm é também acessível dessa mesma forma. Com um pincel mais fino, aplica-se a tonalidade de sombra nas laterais, a acompanhar o formato natural do nariz. Em cima, um pouco de luz: aplicas o tom mais claro que usaste debaixo dos olhos.

Fonte: https://hips.hearstapps.com/hmg-prod.s3.amazonaws.com/images/facebaking-gettyimages-1037456910.jpg

O baking original

Em contraste com o contorno e a complementá-lo, surgiu o baking. Outra daquelas ferramentas que as drag queens utilizam há anos para que, em palco, a sua personagem brilhe em toda a sua imponência. Nesse caso, com mais de uma função.

O baking auxilia a fixar a maquilhagem à pele sem que esta escorra ou derreta ao longo do dia. Feito corretamente, irá matificar a base e o corretor o suficiente para ter um ar natural, mas ao mesmo tempo flawless!

E, por falar em “sem defeitos”, eis o segundo propósito: definição. Em palco, o traço da maquilhagem da drag queen – parte integrante da sua arte – deve destacar-se. À distância, conseguimos notar cada detalhe sem problemas. O baking em baixo dos olhos irá colaborar para essa perfeição noutro sentido: fá-lo antes de aplicares a tua sombra e qualquer pó dela que caia por cima das áreas do teu corretor e base pode ser rapidamente espanado sem deixar marcas.

Fonte: https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcQqdO8VCl8Mg9f6Pcx7OnNiwey3YeksdYjuLQ&usqp=CAU

Em que é que o baking nos auxilia na vida real? Por mais que não estejas à procura do efeito sharp na maquilhagem, como é típico das drag queen, talvez aprecies que os contrastes conseguidos com o contorno sobrevivam a um dia de estudos e trabalho. A técnica irá secar o produto cremoso e fixá-lo, dando-lhe longa duração. Irá realçar os pontos mais altos do teu rosto – aqueles que iluminaste com tons mais claros de corretor ou base.

Deixa o pó translúcido por alguns momentos, enquanto fazes o restante do look. Uns cinco minutos devem ser suficientes para o seu efeito se notar. Depois, é só espanar o pó do rosto, deixando a pele suave, natural e sem marcas.

Fonte: Pinterest

As amadas cut crease

Essa técnica já foi mais amada pelas beauty bloggers e influencers. Um facto é que nunca sai de moda por completo. Uma vez que aprendas a fazer cut crease, nomeadamente a brincar com os pontos de sombra e de luz dos teus olhos, estás sempre on trend.

No nosso dia-a-dia, o que vemos, mesmo na sua versão mais artística, não se compara ao nível ao qual as drag queens levam esta técnica. Ao recriar os seus rostos do zero, desenham novamente também os olhos da forma como melhor o entendem.

 A noção de onde adicionar maior profundidade num “novo côncavo” e das iluminadas e coloridas pálpebras é uma parte marcante das drag queens. O seu olhar costuma ser o maior responsável pelo fator wow. Essas artistas apostam, geralmente, num ar mais arredondado e maior para os seus olhos, com o clássico delineado de ponta a ponta.

Fonte: https://hips.hearstapps.com/hmg-prod.s3.amazonaws.com/images/cut-crease-video-tutorial-1519853445.png

O efeito é conseguido ao usar um corretor de um tom mais claro nas pálpebras, depois de marcar o côncavo com uma sombra, de preferência natural, onde possas vir a acrescentar mais ou menos profundidade depois. Aqui tens a liberdade de criar a intensidade e desenho que quiseres! Acrescenta cor, glitter, etc. O que quiseres!

Para o delineado ter o mesmo efeito conseguido pelas drag queens, aplica-o também no canto interno dos olhos. Alonga-se, assim, o olhar, dando aquele ar mais dramático e felino tão comum nos palcos destas artistas.

Fonte: cultbeauty.com

A boca desenhada

Antes de a Kylie Jenner causar todo o alvoroço sobre se era botox ou maquilhagem, as drag queens já implementavam uma técnica simples de conseguir o mesmo efeito desejado pela celebridade. Com um lápis de boca, batom ou mesmo sombra, podes desenhar o exato formato que queres.

O que estas artistas fazem vai muito mais além, como sempre: desenham tanto a nova espessura que desejam, como por vezes alongam o sorriso. No quotidiano, o mais comum é querer ver mais volume, o que se consegue ao aplicar diferentes tons de batom, usar sombras ou fazer um novo contorno da boca.

Fonte: maybelline.com

A dica das drag queens passa por, no topo da boca, desenhar um novo arco do cupido. Faz um traço a acompanhar o formato natural e estende-o. Encontras, assim, por onde o contorno maior irá passar. Preenche, depois, por dentro, antes de aplicares o batom. Sombras por cima do batom, no centro da boca, irão enfatizar o efeito de volume.

No fundo, muitas destas técnicas elevam o teu look de rotina do básico para algo digno dos palcos. As drag queens, seja com as cores ou com os traços, evidenciam que maquilhagem pode sempre ser vista como arte. Em pequenos detalhes, é possível incorporar a magia que elas fazem para as suas atuações ao teu dia-a-dia.

Artigo revisto por Ana Cardoso

Fonte da foto de capa: popsugar.co.uk

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *