Atualidade

Mochila azul suspeita faz parar metro de Lisboa

Bloqueio entre as estações do Colégio Militar e da Avenida

Um “saco suspeito” com “roupa velha” fez parar a circulação na estação de metro de S. Sebastião da Pedreira, em Lisboa. O Metro, através do seu site, pediu “desculpa pelo incómodo”. A PSP e os especialistas em explosivos intervieram de seguida.

A estação de metro de S. Sebastião da Pedreira (entre as estações do Colégio Militar e da Avenida) foi evacuada pelas 15h40, depois de ter sido emitido o alerta, às 14h35, que deu conta de uma mochila azul abandonada, avançou a Agência Lusa.

A lusa contactou o Metro de Lisboa, que confirmou a existência de um “saco suspeito”. O Metro de Lisboa também justificou o bloqueamento da circulação, quer de pessoas, quer dos serviços, dizendo que o fez por “precaução”.

De acordo com o site oficial do Metro de Lisboa, a circulação é “normal” em todas as linhas (amarela, verde e vermelha), à exceção da linha azul. É possível ler-se no site: “Devido a causas alheias ao metro, a circulação encontra-se com perturbações. O tempo de espera pode ser superior ao normal. Pedimos desculpa pelo incómodo”.

A linha azul do Metro de Lisboa foi cortada durante a tarde da última sexta-feira

O local ficou isolado, tomaram o controlo os meios do Centro de Inativação de Explosivos e Segurança no Subsolo, bem como a Divisão de Segurança a Transportes Públicos e a equipa de intervenção rápida da 5.ª divisão da PSP. De acordo com o Correio da Manhã, depressa se percebeu tratar-se apenas de uma mala com roupa velha, abandonada no local. A situação já terá sido regularizada. Ainda assim, o site do Metro de Lisboa mantém a informação sobre a linha azul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *