Capital

Não há foliões na rua, mas o Carnaval de Torres continua

O Carnaval de 2020 foi, para muitos, a última festa sem Covid-19 à vista. Um ano depois, pelo contrário, não se vê fim ao vírus – ou festas a acontecer num futuro próximo –, mas, se a pandemia tirou o Carnaval das ruas, este ano a folia continua em casa.

Fonte: Observador (https://observador.pt/2019/06/24/carnaval-de-torres-vedras-2020-vai-ter-como-tema-magia-e-fantasia/)

Num ano normal, não faltariam atividades para festejar esta quadra na cidade de Lisboa. No entanto, mesmo em casa – desmascarado ou mergulhado em glitter, pronto a sambar na cara das inimigas – não há razão para deixar de festejar o Carnaval ou para não nos divertirmos, como o Entrudo tanto pede.

Em outubro, a Câmara Municipal de Torres Vedras anunciava o tema do ano: “A Máscara”. Em janeiro, a autarquia cancelava todos os festejos de Carnaval deste ano face à evolução da pandemia no país e no concelho. Em quase um século de festividades, um cancelamento do Carnaval em Torres Vedras só havia acontecido em 1984, quando meses antes se haviam abatido cheias fortes no concelho. Mas cancelar não significa ignorar a tradição e, por isso, a folia vivida nesta quadra pelas gentes da terra e por todos os forasteiros que até ela se deslocam pode ser vivida este ano em modo online.

Está em marcha o movimento “Carnaval em casa”, que propõe uma folia caseira e segura, sem deixar de lado a habitual festa. Afinal, “a vida são dois dias e o Carnaval de Torres são seis”. Honrando o lema do Carnaval mais português de Portugal, seis associações carnavalescas, uma discoteca e uma rádio local juntaram-se para trazer para o digital os habituais “assaltos” – pelo menos, tanto quanto possível.

Fonte: página do Facebook “Carnaval em casa” (https://www.facebook.com/carnavalemcasa/?ref=page_internal)

Os conteúdos exclusivos começaram na passada sexta-feira, dia 12, com um convívio escolar a fazer lembrar as tardes na discoteca Túnel, estendendo-se até ao dia 17 com o Enterro do Entrudo. A agenda do evento conta ainda com atuações de DJs em direto – com música em direto nas noites de folia e uma sessão de discos pedidos no Dia dos Namorados –, tertúlias sobre memórias de outros carnavais e concursos dos melhores mascarados e matrafonas.

Torres Vedras, a terra do “Carnaval mais português de Portugal”, recebe todos os anos cerca de meio milhão de foliões, que, este ano, podem acompanhar tudo através do site www.carnavalemcasa.pt ou nas redes sociais do movimento. À distância de um clique é possível encontrar o programa do evento e ainda uma loja online com o kit folião à venda. Este kit recheado só pode ser levantado em Torres Vedras e inclui, entre tantas outras coisas, uma pulseira livre-trânsito para o Carnaval 2022 na discoteca Túnel e uma bandeira para colocar na varanda ou na janela.

Fonte: página do Facebook “Carnaval em casa” (https://www.facebook.com/carnavalemcasa/?ref=page_internal)

Com conteúdo para miúdos e graúdos, o movimento “Carnaval em Casa” promete entreter todos aqueles que procuram levar o Carnaval 2021 para casa e deixar a pandemia à porta, incentivando, contudo, todos os foliões a mascararem-se e a irem à janela. 

Artigo por: Ana Filipa Domingos
Artigo revisto por: Adriana Alves
Fonte da capa: Carnaval de Torres (https://carnavaldetorres.com/)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *