Informação

Presidente da República unido aos Media contra controlo editorial

Cavaco Silva mostrou-se preocupado com os rascunhos da proposta de alteração da Lei da Cobertura Eleitoral. O Presidente da República reuniu na manhã de terça-feira com o director executivo da Plataforma de Media Privados, Luís Nazaré, que falou em “inquietações” do presidente face a este assunto. Luís Nazaré referiu a necessidade de mudar a lei que regula a cobertura jornalística das campanhas eleitorais antes do próximo acto eleitoral.

Já nesta sexta os directores dos jornais, rádios e televisões portuguesas, incluindo os operadores públicos, Lusa e RTP, emitiram um comunicado conjunto a condenar a proposta que obrigava os Media a comunicarem com antecedência os alinhamentos informativos para o período da campanha eleitoral.

Por que é importante mudar a lei?
A actual lei é de 1975; na altura o panorama político era muito diferente, tal como o panorama dos media. Havia apenas uma estação de televisão, não havia internet, os jornais tinham duas edições diárias. Não havia a quantidade de partidos que há agora e que torna muito difícil assegurar a total cobertura das campanhas de forma igualitária, como é exigido pela lei.

A Lei de Cobertura Eleitoral deve ser reformulada até ao começo da próxima campanha eleitoral, a das Legislativas 2015, de maneira a que os Media possam fazer uma cobertura das eleições, caso contrário existe o risco de não haver qualquer representação nos telejornais da campanha dos 26 partidos existentes (até este momento).

Avatar

Vem da terra que tem "vinhos" no nome, mas nunca ganhou o concurso da Miss Vindimas. Nem queria, não fiquem com ideias! Não passa mais tempo na ESCS porque os transportes não lhe permitem, mas, para não ter muitas saudades, faz questão de levar trabalho de casa! Acredita que já suou mais no primeiro ano por causa dos núcleos do que aquilo que espera vir a suar nestes 3 anos por causa do curso de jornalismo. Tem uma paixão pela rádio e pela ESCS, felizmente não têm ciúmes uma da outra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *