Informação

Professores faltam às provas de inglês

Mais de metade dos 40 professores da área de Lisboa que foram ontem chamados para participar numa acção de formação sobre o novo teste de Inglês do 9º ano não compareceu, revelou o secretário-geral do Sindicato dos Professores da Grande Lisboa (SPGL), António Avelãs.

Estas acções, que se iniciaram na semana passada, são promovidas pelo Instituto de Avaliação Educativa (IAVE) em conjunto com a Universidade de Cambridge. Incluem uma prova para avaliar a eficiência da correcção linguística dos docentes e só os que a realizarem e forem certificados vão poder classificar o teste de Inglês do 9.º ano, elaborado pela mesma universidade inglesa.

O levantamento das faltas às 36 acções até agora realizadas ainda não está feito e estão agendadas mais 60 sessões que irão decorrer nesta semana e na próxima.

De acordo com o IAVE, foram seleccionados 2150 docentes para participar nestas acções. Em Lisboa estavam ontem agendadas sessões para duas escolas. “Na escola Francisco Arruda, dos 25 professores previstos, estiveram apenas 14. Na Escola D. Dinis, dos 15 que entraram, 12 recusaram-se a fazer o teste”, revelou António Avelãs.

“Uma professora disse-me que não vinha porque os seus alunos iam ter hoje um teste de Inglês e depois haveria apenas mais uma aula até ao final do período [na sexta-feira]”, afirmou o secretário-geral do SPGL. Outros recusaram-se a fazer a prova por considerarem injustificado precisarem de um atestado de uma entidade exterior quando já dão aulas de Inglês há muitos anos, acrescentou.
O IAVE declarou ontem em comunicado que “sem essa formação os certificados não poderão ser emitidos”.

O comunicado diz também que “o projecto Cambridge English for Schools Portugal tem como principal finalidade contribuir para a certificação generalizada dos alunos no uso do Inglês por uma das mais prestigiadas instituições a nível mundial, a Universidade de Cambridge, uma instituição centenária, sem fins lucrativos, e não uma empresa privada, como a Fenprof tem reiteradamente referido”.

A Fenprof anunciou ontem que ainda esta semana entregará no Ministério da Educação e Ciência um pré-aviso de greve para todo o serviço docente relacionado com o teste de Inglês do 9.º ano, que será válido entre 7 de Abril e Maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *