Media

Seis super teorias sobre relações, por Barney Stinson

Se tu és um fã da histórica série “How I Met Your Mother”, deves estar minimamente a par destas teorias incontestáveis do nosso querido personagem.

Com o decorrer das aventuras dos quatro amigos, Barney vai revelando diversas teorias da sua autoria. Obviamente que de outra coisa não se poderiam tratar: relações. A arte dominada pelo personagem a quem Neil Patrick Harris dá vida. Vamos dar uma olhada a seis destas pequenas preciosidades.

Alerta: A ESCS Magazine não se responsabiliza por danos emocionais causados pela prática de alguma destas teorias!

1: Regra dos Três Dias

Esta regra consiste no tempo que deves esperar para ligar àquela pessoa cujo número de telemóvel acabaste de conseguir. Estás de acordo com Barney?

2: Teoria da Rodovia

Fonte: Digital Spy

Barney, nesta teoria, cria uma comparação entre uma relação e uma estrada. Cada estrada tem as suas saídas e, no caso de uma relação, não é diferente. O nosso teórico diz que existem também várias saídas temporais a partir do início de uma relação. Essas saídas são: seis horas depois, quatro dias depois, três semanas depois, sete meses depois, um ano e meio depois, 18 anos depois ou apenas através da morte. Achas que funciona assim?

3: Teoria “Date Time Continuum”

Esta teoria “cientificamente comprovada” mostra-nos que um casal nunca deve fazer planos para um futuro superior ao tempo em que estão juntos. Sim, o amanhã nunca é certo… mas será preciso tanto rigor?

4: Teoria da Lagosta

O ser humano é curioso. Procura sempre, teimosamente, aquilo que não pode ou não deve ter. A Teoria da Lagosta fala-nos da vontade que algumas pessoas têm de se envolverem com alguém que, à partida, já sabem que não vai correr bem e que as irá magoar. Todos nós conhecemos alguém assim…

5: Efeito Cheerleader

Fonte: Vix

Esta, sim, é uma teoria comprovada pela ciência. Este efeito sustenta-se no facto de que o ser humano, quando inserido num grupo, acaba por se tornar mais atraente aos olhos dos outros.

Isto acontece porque o sistema visual cria um padrão, ao observar várias pessoas dentro de um grupo, como se fizesse um somatório da beleza conjunta.

Aí está uma boa estratégia, caso a queiram pôr à prova.

6: Efeito Aliança

Este efeito é bastante simples. Barney defende que, quando chegamos à altura da nossa vida em que colocamos uma aliança no dedo, ganhamos poderes de invisibilidade perante os olhares alheios.

De certeza que, se fosse assim mesmo, evitariamos várias discussões.

Estas foram apenas seis das inúmeras teorias/regras/efeitos sugeridos por Barney Stinson. Recordavas-te de todos? Qual é o teu favorito?

Artigo revisto por Beatriz Campos

Fonte da foto de capa: Vix

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *