7ª Arte

Sessão Especial: Tom Hanks

tom-hanks

Parece precoce fazer alterações numa rubrica que conta com apenas com três edições, contudo, decidimos fazer exatamente isso. De agora em diante, a Sessão Especial irá honrar figuras ilustres da 7.ª Arte. Este mês, escolhemos homenagear o ator, produtor e vencedor de dois Óscares da Academia Tom Hanks.

Thomas Jeffrey Hanks nasceu a nove de julho de 1956, em Concord, Califórnia. O seu primeiro grande papel foi na série de televisão Bosom Buddies, em 1981. Esta teve apenas duas temporadas, contudo, garantiu-lhe uma participação especial noutra série intitulada Happy Days. Foi nas gravações desta que conheceu Ron Howard, que, em 1984, o elegeu como protagonista do seu filme Splash.

O resto é história. Hanks construiu um currículo invejável e tornou-se um dos homens mais reconhecidos, adorados e respeitados de Hollywood e arredores. A sua carreira parece não ter fim e, a cada filme, Thomas Jeffrey Hanks enriquece o grande ecrã.

Qualquer dos seus filmes seria digno da nossa humilde lista, ainda assim, conseguimos reunir vários exemplos da sua tremenda versatilidade. Preparem-se para rir, chorar, aprender, refletir, tudo com a companhia de Tom Hanks.

Guilherme Freitas
Terminal de Aeroporto (2004)

Um dos mais encantadores e apaixonantes filmes de Steven Spielberg, Terminal de Aeroporto vê Tom Hanks desempenhar (mais) um papel icónico repleto de brilhantismo ao encarnar Viktor Navorski, natural da fictícia nação de Krakozhia, que é impedido de entrar em solo americano, ficando encurralado durante dias incontáveis nas instalações de um aeroporto. Uma história soft, mas honesta e comovente, unifica momentos de humor, romance e drama, graças à sua escrita inteligente e a excelentes performances do elenco, destacando-se a química da dupla Tom Hanks/Catherine Zeta-Jones, os pilares fundamentais da essência do filme. Terminal de Aeroporto é de visualização obrigatória e uma ótima sugestão para uma sessão de fim de semana.

Trailer

João Tomé
O Náufrago (2000)

Quem não se lembra da cena na qual Chuck Noland perde uma bola de vólei na imensidão do oceano e da angústia com que chama aquele objeto que foi a sua única “companhia” durante largos dias?
A premissa do filme é bastante simples: Tom Hanks encarna um funcionário da FedEx que se vê isolado numa ilha após o avião onde seguia se ter despenhado no oceano. Sozinho, longe de qualquer traço de civilização, podemos assistir à batalha que trava consigo próprio e com os elementos à medida que o tempo vai passando. Apesar de o filme todo ser praticamente um enorme monólogo, Tom Hanks consegue transmitir-nos a angústia que a personagem sente de uma forma espetacular, sendo por isso mesmo, para mim, uma das suas melhores interpretações.

Trailer

Lyubov Pataliy
Forrest Gump (1994)

Forrest Gump, para mim, é daqueles filmes clássicos que permanecem na memória, e foi por essa razão que me lembrei dele no instante em que falaram no ator. Tom Hanks é um excelente ator principal no filme e conta a vida de Forrest de uma forma serena e algo inspiradora. Não foi em vão que o filme foi nomeado para treze Óscares e ganhou em seis categorias (incluindo as de Melhor Ator e de Melhor Filme). É também neste filme que ficamos a conhecer a mítica frase que acompanha toda a história – “A vida é como uma caixa de chocolates, nunca sabemos o que iremos encontrar” – e que nos deixa a pensar.

Trailer

Sofia Fernandes
Apollo 13 (1995)

Apollo 13 retrata a história verídica da sétima missão tripulada do Projeto Apollo, que falhou devido a problemas técnicos. O staff da NASA em Houston vê-se obrigado a reunir todos os esforços para que os três tripulantes da missão regressem a casa em segurança. O argumento é baseado nas memórias do comandante Jim Lovell, interpretado por Hanks no filme. É a história de uma missão falhada que se tornou uma história de vitória. É uma viagem que nunca chegou ao seu destino, mas que nos faz sentir todas as emoções, do desespero ao alívio.

Trailer

Soraia Amarelinho
Capitão Phillips (2013)

Capitão Phillips é baseado em factos reais e conta-nos a história do capitão de um navio que é tomado de assalto por um grupo de piratas da Somália. Tom Hanks assume o papel do capitão Richard Phillips – um homem de família, calmo e profissional. Quando Phillips é confrontado com o sequestro do seu navio, transforma-se num verdadeiro líder, capaz de tomar as medidas necessárias para levar a situação a bom porto. A interpretação de Hanks é a estrela de ouro do filme, ainda que a produção e a edição tenham sido muito elogiadas pela crítica. A não nomeação de Tom Hanks para o Óscar de Melhor Ator deixou o público bastante surpreso, principalmente quando os últimos cinco minutos do filme são uma demonstração soberba de emoção e substância, revelando mais uma vez a versatilidade do ator.

Trailer

Avatar

Assumidamente despistada mas extremamente pontual, Sofia Fernandes é uma sportinguista fanática, com uma séria paixão por pizza e que por acaso adora a 7.ª arte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *