• Atualidade

    Assédio ultrapassa o número de inquéritos diários de importunação sexual

    Foram abertos 733 inquéritos pelo crime de importunação sexual, em 2016. Porém, sabe-se pouco sobre o tipo de comportamentos que dão lugar a condenações. Alguns especialistas consideram que a falta de dados concretos é resultado da subvalorização da problemática. Em Portugal, é possível proceder-se à recolha de dados, como por exemplo: o crime de importunação sexual (artigo 170.º do Código Penal), que abrange as “propostas de teor sexual” (que poderão incluir piropos mais agressivos ou comentários noutros contextos), “atos exibicionistas” e “constrangimento a contacto de natureza sexual”. As principais fontes noticiosas já tinham dado conta da abertura de 733 inquéritos ao longo do ano passado — dois inquéritos por dia,…

  • Atualidade,  Informação

    Violência doméstica: o drama que não pára

    Hoje soube-se o resultado do relatório anual sobre a violência doméstica que mostra que há mais queixas de violência física no namoro do que no casamento. As estatísticas mantêm-se semelhantes aos anos anteriores, sendo que houve no ano passado mais queixas de violência física no namoro do que nos casamentos, com uma media de casos analisados na casa dos 28 anos. Este relatório dá conta de que 89% das queixas apresentadas se referiam a agressões físicas entre namorados, sendo que as agressões psicológicas não ficam muito atrás, com uma percentagem de 73%. Nos casamentos, as queixas não são significativas. Isso pode explicar-se pelo facto de no namoro ainda não ter…