• Atualidade,  Informação

    Ameaça de arma obrigou Trump a ser retirado do palco, mas foi apenas um falso alarme

    Na passada noite de sábado, no comício em Reno, pertencente ao estado de Nevada, o candidato republicano foi retirado do palco pelos serviços secretos dos EUA. Segundo várias fontes do Departamento de Segurança Nacional ao canal ABC, tudo terá começado quando um homem tentou erguer um cartaz com a frase “Republicanos contra Trump”; o pânico instalou-se no desenrolar desta ação, até que alguns membros do público gritaram “gun” (arma). A reação a estas palavras foi imediata: os serviços secretos romperam pelo palco e retiraram Trump para longe da ameaça. O homem foi detido no local, mas mais tarde libertado por não possuir nada mais do que o cartaz. O nome…

  • Opinião,  Secções

    Uma pitada de “Trump”

    Nos EUA a ansiedade relativamente ao dia 8 de novembro é cada vez maior, isto porque as eleições presidenciais americanas não têm deixado ninguém indiferente. Já pouco falta para as eleições e apenas dois candidatos aguentaram toda a pressão existente para puderem agradar, não o povo americano, mas sim todos os seus interesses e “angariar” dinheiro para os seus bolsos cheios de milhões. Quer isto dizer que, provavelmente, a motivação destes dois candidatos, ou pelo menos de Donald Trump, é encher o povo de ilusão. As polémicas “trumpianas” têm avançado a um ritmo alucinante e, semana após semana, conseguem denegrir a imagem de Trump e da sua própria campanha, virando…

  • Atualidade,  Informação

    Primárias americanas oferecem mais uma vitória a Trump e Clinton

    Numa semana em que mais cinco estados foram a votos, Trump voltou a assegurar a sua supremacia na corrida à Casa Branca. Hillary Clinton também não facilitou o jogo a Bernie Sanders e distancia-se cada vez mais do senador de Vermont. Foi uma Super terça-feira dedicada à costa Leste. Maryland, Pensilvânia, Delaware, Connecticut e Rhode Island, os cinco estados foram a votos e, sem surpresas, os candidatos principais dos dois partidos consolidaram a sua posição na corrida presidencial. Trump ganhou uma “mão cheia de estados”, tendo obtido a maior vitória no estado de Rhode Island (64% dos votos). O magnata conta agora com 949 delegados. Nesta conta, Ted Cruz e…

  • Atualidade,  Informação

    “Podia dar um tiro a alguém e não perdia votos”

    Donald Trump voltou a ser polémico, desta vez num comício no estado do Iowa durante o fim de semana passado. Trump mostra-se confiante ao falar da “lealdade” que caracteriza os seus apoiantes. “As sondagens dizem que eu tenho os apoiantes mais leais. Podia chegar à Quinta Avenida [em Nova Iorque], dar um tiro a alguém e não perdia votos. É incrível”, disse o candidato mais bem posicionado nas sondagens sobre a corrida para a nomeação no Partido Republicano. A nível nacional, a última sondagem da Reuters-Ipsos indica que Trump lidera as intenções de voto dos eleitores republicanos, com 40,6% das preferências dos votantes. O comentário de Donald Trump está a provocar uma…