• Música

    Salvador Sobral: houve tudo menos desculpas a pedir ao CCB

    O vencedor do Festival Eurovisão da Canção 2017 subiu ao palco do Grande Auditório do Centro Cultural de Belém pouco depois das 21h para apresentar o seu álbum Excuse Me. “Excuse me, if I’m not like them” – afirma o artista na canção homónima – na verdade, não teve nem tem de pedir desculpa por não ser como os outros e prova disso foi o ambiente de paixão e respeito pela música que se viveu no concerto. “Desliguem os vossos bichinhos eletrónicos”, pediu Salvador, e o público obedeceu. Com o seu penteado característico e uma indumentária simples, apresentou a banda que o acompanha – aliás, os “amigos de sempre”, como…

  • Atualidade

    Salvador Sobral (en)canta em Kiev

    Pela primeira vez em sete anos, Portugal está na final do Festival Eurovisão da Canção. Salvador Sobral levou Amar pelos dois a Kiev e foi um dos apurados para a final que se realizará já este sábado na capital ucraniana.  Depois da atuação na semifinal em Kiev, na Ucrânia – país vencedor da última edição –, Portugal, pela voz de Salvador Sobral, apurou-se para a final do Festival Eurovisão da Canção. Dos 18 países que participaram, apenas dez passaram à fase seguinte: Arménia, Austrália, Azerbaijão, Bélgica, Chipre, Grécia, Moldávia, Polónia, Portugal e Suécia. Com uma música escrita pela irmã, Luísa Sobral, Salvador foi o único intérprete que não cantou em…

  • Música,  Secções

    Paião: 28 anos depois

    Quem nunca trauteou: eles são duas crianças / a viver esperanças / a saber sorrir…? Ou então: pó / de arroz / do teu arrozal / esse pó que é fatal…? Não? A sério? Sou só eu? (…) Está bem: como castigo por nunca o terem feito, agora vão todos ouvir um qualquer álbum de Carlos Paião. Nascido em Coimbra, em novembro de 1957, Carlos Paião licenciou-se em Medicina, pela Universidade de Lisboa, em 1983. Por muito que quisesse salvar vidas, desde sempre soube que a sua arte estava nas suas letras e composições — aos 19 anos tinha mais de 200 temas escritos. Benfiquista ferrenho e fã das corridas…

  • Música

    Será que “Há um mar que nos separa” dá vitória na Eurovisão?

    Portugal leva este ano ao maior concurso de canção ligeira da Europa, a Eurovision Song Contest, a Leonor Andrade, ex-concorrente do The Voice, com uma música composta por Miguel Gameiro. “Há um mar que nos separa” será cantada em Português, ao contrário da grande maioria dos países que levam canções escritas na língua universal, o Inglês. A última vez que uma música não cantada em inglês ganhou este festival foi no ano de 2007, com a música Sérvia “Molitva”. O facto de cantarmos numa língua “estranha” ao panorama musical europeu faz de Portugal um país fora do lote dos favoritos. A canção de Leonor Andrade não tem sido alvo de…