• Literatura

    Meses Temáticos – Maio de 2017

    O ano letivo está a terminar. Os exames estão aí à porta. Os resumos, os marcadores e as sebentas acumulam-se nas secretárias e os livros que lemos por prazer começam a ficar esquecidos na estante. Assim, para não nos esquecermos dos livros que nos marcaram ao longo deste ano e para não mergulharmos apenas nos estudos, nós, redatores da seção de literatura, reunimo-nos e escrevemos sobre os livros que mais nos marcaram até aqui, desde setembro até maio. Esperemos que aprovem as nossas seleções e que, por muito que tenham de estudar, guardem sempre 15 minutos para ler uma página do vosso livro preferido! Madalena Costa – After Ever Happy…

  • 7ª Arte,  Secções

    A Rapariga no Comboio: quando o filme descarrila…

    Baseado no bestseller de Paula Hawkins, a história centra-se em Rachel (Emily Blunt), uma mulher melancólica, depressiva, alcoólica e marcada pelo recente divórcio. Todos os dias, ao viajar de comboio entre a sua casa e o emprego, fantasia a vida perfeita de um casal que vive numa das casas visíveis durante o seu percurso diário, projetando nesse casal um romance idílico. Este “vício” rotineiro vai aumentando até que, um dia, Rachel vê algo perturbador: a mulher do casal (interpretada por Haley Bennett) na varanda, agarrada a outro homem… É a partir daqui que a história ganha ritmo e as personagens se cruzam. O filme, realizado por Tate Taylor (As Serviçais),…

  • Literatura

    O caso peculiar da escritora que não deixou Stephen King pregar olho

    “Não sei quem és, Paula Hawkins, mas mantiveste-me acordado a noite inteira!” – é assim que o “rei do terror” descreve aquela que foi apelidada como a escritora do “próximo Gone Girl”. De Harare a Londres. De The Money Goddess a The Girl On The Train. Afinal, quem é a autora que, em apenas um ano, vendeu mais de 11 milhões de exemplares do seu primeiro livro? Lia livros de Agatha Christie quando era adolescente e desenvolveu um gosto acentuado pelo género criminal devido a The Secret History, de Donna Tartt. Hoje em dia, Kate Atkinson, Tana French, Harriet Lane, Megan Abbot e Gillian Flynn são as suas referências na…

  • Literatura,  Secções

    Uma viagem com “A rapariga no comboio”

    Quando comprei “A rapariga no comboio”, na Feira do Livro de 2015, não sabia que este estava a ser um sucesso. Nem sabia muito bem ao que ia. Na realidade, precisava de comprar mais um livro para usar o desconto da Fnac, e este pareceu-me uma boa opção. Desde aí, tem estado poisado na minha estante, em espera. Olhava para ele de vez em quando, com alguma curiosidade, principalmente depois de descobrir que estava em destaque na maioria das lojas. Mas foi só há duas semanas que decidi finalmente pegar nele e dar-lhe uma oportunidade. Agora que o acabei, fico muito feliz por ele ter vindo, quase sem querer, parar…