• Opinião

    The Power “Gunners” (Versão Trump)

    Os Estados Unidos da América é um dos países mais populosos do mundo, o que acaba por acarretar certos tipos de problemas que outros não têm de enfrentar com tanta ocorrência. Se desde Setembro de 2001 teve de começar a lidar de perto com o terrorismo, há outras duas guerras que já se fazem travar e podem ser tão ou mais graves, nomeadamente: os problemas raciais e gangues; e os tiroteios nas escolas e universidades.  É sobre este último problema que me vou debruçar, uma vez que estamos a acabar Fevereiro e, por mais difícil que seja de acreditar, os EUA já se depararam, só em 2018, com 18 tiroteios…

  • Atualidade

    Donald Trump é recebido pelo líder chinês em Pequim

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, viajou para a China esta quarta-feira, dia 8, para discutir assuntos comerciais e na tentativa de resolver “problemas globais”. O presidente da China, Xi Jiping, acredita que “as relações entre a China e os Estados Unidos são uma questão de bem-estar para os povos dos dois países e para a segurança, prosperidade e estabilidade no mundo”. Desde 1949 que nenhum líder visitava a Cidade Proibida, o palácio imperial da China, em Pequim, e foi Donald Trump a quebrar esta tendência. À chegada, o presidente norte-americano e a primeira-dama, Melania Trump, foram recebidos por Xi Jiping e pela mulher, Peng Liyuan, para uma visita…

  • Atualidade

    Ataque terrorista irá ter consequências para as eleições francesas, afirma Trump

    Perante o ataque da passada quinta-feira, Donald Trump, o atual presidente dos Estados Unidos, prevê que isso terá consequências na eleição presidencial francesa. Donald Trump previu no seu Twitter que o ataque terrorista da passada quinta-feira irá influenciar diretamente as eleições presidenciais francesas, que ocorrerão no dia 23 de março (domingo).  Os candidatos são Emmanuel Macron, independente, François Fillon, ex-primeiro-ministro conservador, Marine Le Pen, a líder da extrema-direita, e o socialsita Jean-Luc Melenchon. O esperado vencedor que irá ocupar o cargo de François Hollande é Marine Le Pen, e, agora após um novo atentado em França, Trump aposta mais nesta previsão do que nunca. “Outro ataque terrorista em Paris. O…

  • Atualidade

    Alerta laranja na Casa Branca

    Um homem com uma mochila foi detido na noite de sexta-feira junto à porta da residência de Trump. Foi durante a noite de sexta-feira detetado um homem, com uma mochila às costas, pelos Serviços Secretos no interior do recinto da Casa Branca, em Washington. O indivíduo foi encontrado junto à porta da residência do Presidente Donald Trump, que se encontrava em casa. O edifício está agora em alerta laranja, confirma a CNN. Suspeita-se de que o indivíduo tenha entrado escalando a vedação da Casa Branca. De imediato o terreno foi inspecionado, bem como a mochila do homem, que, de acordo com a informação da ABC News, não tinha qualquer material…

  • Atualidade

    Protestos anti-Trump decorrem continuamente há cinco dias

    Desde quarta-feira que milhares de norte-americanos, e não só, saem à rua, insatisfeitos com os resultados da eleição. Donald Trump considerou os protestos injustos para com ele mas uma demonstração de paixão pelo país. O evento que se iniciou em Nova Iorque e em Chicago em poucas horas se espalhou a várias outras cidades norte-americanas (tal como ao Canadá e a Londres), onde multidões se uniram, normalmente em frente aos edifícios do agora presidente eleito. Os protestos eram etnicamente diversificados e maioritariamente constituídos por jovens; foram organizados nas redes sociais ou criados espontaneamente. A noite de quinta-feira foi a que representou um nível de tensão maior, no dia em que,…

  • Opinião,  Secções

    A realidade que não queríamos ver

    “Now it´s time for America to bind the wounds of division (…) We have to get together” – estas são palavras de Donald J. Trump, o novo presidente dos Estados Unidos da América. Após a surpresa com que todo o mundo acordou no dia 9 de novembro de 2016, temos estado a tentar encontrar explicações para aquilo a que assistimos no último ano e meio. Todavia, o mainstream, que também foi um dos atores que ajudou na ascensão de Trump, continua a cometer um erro primário. Não podemos olhar para o novo presidente dos Estados Unidos como olhamos para qualquer outro político clássico. Donald Trump é diferente de tudo aquilo…

  • Atualidade,  Informação

    Sanders vence no Oregon. Trump disponível para diálogo com Coreia do Norte

    Esta terça-feira os democratas tiveram eleições nos Estados do Kentucky e do Oregon. Hillary Clinton passou os últimos cinco dias de campanha no Kentucky, um Estado onde tanto ela como o marido, Bill Clinton, sempre saíram vitoriosos. Este esforço da candidata democrata parece, no entanto, ter sido insuficiente. Hillary venceu por apenas 0,5% (46,8% contra os 46,3% de Bernie Sanders). Tal resultado resultou numa repartição igual dos delegados, com ambos os candidatos a ficaram com 17 delegados cada um. No Oregon a vitória foi para Sanders. O senador do Vermont venceu por uma margem clara: 54,8% contra 45,2%. Com isto, Bernie Sanders ficou com 28 dos 52 delegados daquele Estado…

  • Opinião,  Secções

    Daft Trump

    Na maioria dos países, sem grandes exceções, há eleições presidenciais a cada quatro anos de mandato, para que os cidadãos desse mesmo país tenham a oportunidade de eleger o seu representante. Outro facto, que não é de outro mundo, é que os candidatos a tal cargo possuem um grande poder de argumentação para apelar ao voto das pessoas com promessas, sejam elas mais tarde cumpridas ou não. Ao ligarmos a TV, num dos canais de notícias, temos acesso às campanhas eleitorais existentes nos Estados Unidos da América, as quais têm ganhado uma repercussão negativa e polémica por parte do candidato Donald Trump, um empresário e investidor multimilionário. São tantas as…