A longa espera terminou: Selena Gomez lança “Feel Me”

Um mês após o lançamento do seu tão antecipado álbum de estúdio, “Rare”, Selena Gomez decide presentear os seus fãs com a canção “Feel Me”. A canção fazia parte da setlist da Revival Tour, que deveria ter passado por Portugal, em novembro de 2016, mas que teve de ser cancelada devido ao internamento da cantora por causa da doença lúpus, contra a qual tem batalhado.

Quando a tracklist do seu álbum foi revelada, os fãs questionaram Selena através da rede social Twitter sobre o porquê de a sua nova música não ter aparecido. A cantora respondeu, no dia do lançamento de “Rare”, o seguinte: “Essa canção era de quando estava numa fase diferente, e não se encaixa naquela em que eu estou agora.” – Selena Gomez via Twitter, 10 de janeiro de 2020.

Fonte: @selenagomez no Twitter

Quando bateu a meia noite de dia 21 de fevereiro de 2020, os selenators neozelandeses repararam que, nas plataformas Spotify e Apple Music, “Feel Me” estava disponível, o que intrigou a legião de fãs de todo o mundo, que pensaram que se tratasse de um vazamento. Momentos depois, foi confirmado pela equipa da cantora que seria um presente, já que era uma faixa muito especial.

“Feel Me” descreve o sentimento de ciúme e empoderamento pessoal de uma ex-namorada. A letra é direta e crua: Selena quer que o seu ex a sinta sempre que dançar com outra pessoa, sempre que beije outros lábios e sempre que alguém o tente amar, sem traição ou mentiras.

Outra canção que os selenators têm pedido imenso para que seja lançada é “Stained”, uma música que foi vazada e que em tempos fez parte de “Rare”, na era de “Bad Liar” e “Fetish”, até que foi descartada tanto da versão standard, como da versão deluxe do álbum. “Stained” conta a história de um coração partido que não consegue esquecer o relacionamento tóxico no qual, em tempos, se sentiu feliz e especial. A cantora utiliza a palavra “manchado” como metáfora para o desgosto amoroso. Selena Gomez nunca abordou o facto de a música ter sido vazada, ou até a existência da mesma, mas agora que “Feel Me” foi lançada, talvez os fãs venham a ter “Stained” nas plataformas digitais mais cedo do que imaginam.

                                                                      Artigo revisto por Mariana Plácido

Artigos recentes

Era uma vez

Versão em forma de tributo de uma Hollywood em transição da sua fase clássica para uma nova era mais escura. O “nono” de Tarantino não

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *