Literatura

Desenhadores de Palavras: Valter Hugo Mãe

Conhecido pelos seus romances escritos inteiramente em minúsculas, Valter Hugo Mãe é um dos grandes nomes da literatura portuguesa actual. Nascido em 1971, em Angola, o escritor recebeu em 2007 o Prémio Literário José Saramago, com o romance o remorso de baltazar serapião, elogiado pelo próprio Saramago. Mas a escrita não lhe ocupa todo o tempo: também o desenho, as artes plásticas e a música estão no seu currículo – o grupo Governo, que se estreou em 2008, conta com a sua voz.

Foi a literatura que trouxe o nome de Valter Hugo Mãe à ribalta, e os primeiros livros, integralmente escritos sem letras maiúsculas, deram que falar. Segundo o escritor, a escrita é essencialmente para ser falada – e na fala não há maiúsculas nem minúsculas –, e deve haver uma espécie de igualdade democrática entre as letras, justificando assim esta escolha de formatação. De qualquer forma, esta particularidade acabou por atrair muitos leitores para as suas obras.

Actualmente, conta com seis romances publicados. O último, A Desumanização, passa-se na Islândia, local onde o escritor passou bastante tempo a recolher informação. Tem ainda várias obras de poesia publicadas, bem como livros infantis e participações em várias publicações. Vive em Vila do Conde e apresenta um programa de entrevistas no Porto Canal.

vhm1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *