Capital

O Chocolate em Lisboa: coragem chocoólicos!

Bombons, brigadeiros, trufas, tabletes, crepes, macarons, frutos secos, chás e até mesmo jóias de chocolate. Foram quatro dias de uma exposição única que completou a sua segunda edição no passado domingo, dia 8, O Chocolate em Lisboa.

Mais de setenta produtores marcaram presença na Arena do Campo Pequeno para reafirmar a sua qualidade diversificada e sem fronteiras. Provenientes de países como a Bélgica, Suíça, Espanha, França, Itália, Inglaterra, São Tomé e Princípe, EUA, Vietname e, claro, Portugal, os chocolates não só fizeram as delícias de todos os seus fãs, como também deram oportunidade à aprendizagem. Sim, porque não basta apenas ser-se chocoólico,- é preciso saber quando e como sê-lo.

fc1

Quem ficou encarregue de iniciar esta tomada de consciência foi a exposição “Da Flor do Cacau ao Chocolate”, onde se retrata a história do chocolate desde as suas origens ao consumo e se discutem ainda curiosidades sobre o seu fabrico, composição e benefícios para a saúde.

É na sequência desta viagem que surgem então casas conhecidas como Valrhona, Casa Grande Chocolatier, Marbela, L’éclair, Imperial, Mestre Caucau, Denegro, Chocolataria Equador e o mais conceituado gelado português, Santini, com versões afrodisíacas de chocolate branco, chocolate laranja, chocolate pimenta rosa e chocolate café.

fc4

Os visitantes puderam ainda satisfazer a sua curiosidade através de vários workshops e show cookings, com demonstrações práticas de receitas de chefes pasteleiros e mestres chocolateiros de renome.

fc2

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *