Media

Emily In Paris

Emily in Paris estreou na Netflix no passado dia dois de outubro e tem dado muito que falar: desde os outfits da personagem principal à forma como Paris é retratada.

Fonte: Netflix

Esta comédia romântica segue a vida de Emily (Lily Collins), uma jovem natural de Chicago, que consegue o seu trabalho de sonho em Paris. Ao longo de dez episódios, acompanhamos a rotina de Emily: desde o trabalho numa agência de Marketing às novas amizades e um novo interesse amoroso, tudo isto conjugado com outfits arrojados.

Com uma premissa assim, é inevitável que esta seja mais uma série sem grande história e apenas tenha entretenimento na sua forma mais pura. Contudo, embora Emily in Paris traga todos os elementos para uma produção leve e divertida de assistir, não podemos deixar de reparar que a personagem principal não apresenta problemas significativos.

Fonte: TVLine

É irritante que qualquer obstáculo se torne banal diante de Emily, porque dá a ideia de que apesar dos longos dias de trabalho (que envolvem aturar uma chefe difícil) e das dificuldades da adaptação a Paris, a rapariga é perfeita. Emily está sempre a sorrir e impecável, o que lhe dá um ar artificial. Gostaria de a ter visto confrontada com problemas sérios, de forma a desconstruir o seu ar sempre delicado.  

O triângulo amoroso entre Emily, o vizinho Gabriel (Lucas Bravo) e a Camille (Camille Razat) faz com que os episódios ganhem ritmo e fiquem mais envolventes. O mesmo acontece com Mindy (Ashley Park), que é a grande amiga da protagonista e que a vai incentivar a correr riscos. Mesmo assim, ficamos sempre com a sensação de que uma série do criador de O Sexo e a Cidade (Darren Star) tinha obrigação de ser muito melhor.

Fonte: Decider

Para além de tudo isto, a série gerou alguma polémica entre os franceses, que se sentiram, na sua maioria, tratados como estereótipos e como cidadãos preguiçosos que não têm horas fixas de trabalho nem compromissos. 

É claro que esta série nos entretém, até porque tem episódios curtos, com cerca de 30 minutos, e também porque tem uma trama bastante leve. Emily in Paris é aquele tipo de série que deves ver se não tens mais nada para assistir e se realmente queres algo sem grande história, apenas para passar o tempo. 

Artigo revisto por Ana Janeiro

Fonte da imagem de capa: E! Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *