Artes Visuais e Performativas

“Juro que é mentira”: a nova peça da Salinha Online do D. Maria II

Numa nova altura de confinamento, o Teatro D. Maria II trouxe aos seus espetadores a oportunidade de voltar aos teatros mesmo sem sair de casa e, assim, regressou o projeto “D. Maria II em casa!”. Estão disponíveis 3 iniciativas online direcionadas para todos os membros da família.

1 – Sala online:


Fonte: https://images.app.goo.gl/LdYRxGGK1X2qj2Zy8

A Sala Online é um dos principais elementos deste projeto digital organizado pelo Teatro D. Maria II, “Dona Maria II em casa!”. A mensagem é muito simples: o teatro não se pode esquecer e, enquanto não podemos voltar aos teatros, o espaço D. Maria II leva o teatro até à casa de todos os seus espetadores.

Todas as sextas-feiras é possível ver um novo espetáculo na Sala Online e os bilhetes têm um valor fixo de 3 euros por espetáculo. Como parte da iniciativa, e para que todos possam assistir, todos os espetáculos ficarão disponíveis na Sala Online até 2 semanas após a sua estreia.

O acesso à Sala Online é também bastante facilitado e feito através do site do teatro D. Maria II, a partir dos dados disponíveis no bilhete online.

2- Corrente de Transmissão:


Fonte: https://images.app.goo.gl/SwfegEgjCGiiwx24A

Na expetativa de poder atingir um vasto núcleo de espetadores, o Teatro D. Maria II oferece serviços para todas as idades e gostos e o programa “Corrente de Transmissão” é a prova clara dessa diversidade.

Neste programa, que pode ser encontrado no YouTube, os temas são ínfimos e as conversas também. É fruto da realização de Maria João Guardão e o grande objetivo é recordar as memórias de várias gerações, do teatro e da arte.

E por fim, a “Salinha Online”, que conta esta semana com uma nova estreia!

3- Salinha Online:


Fonte: https://images.app.goo.gl/yufAL8MivJNhmq6s7

A “Salinha Online, à semelhança da “Sala online”, é uma iniciativa virtual dirigida a todos aqueles que queiram reviver uma peça de teatro – mas a “Salinha Online” dirige-se a um público muito específico: as crianças.

Este espaço é gratuito, para que qualquer criança possa facilmente ter acesso aos conteúdos partilhados, e será possível encontrar uma nova história todas as semanas!

No total, a salinha contará com mais de 20 histórias para todas as crianças e duas peças especialmente destinadas ao público áudio-invisual, através de linguagem gestual incorporada: “Onde é a guerra” e a peça “Juro que é mentira”.


Fonte: https://images.app.goo.gl/yufAL8MivJNhmq6s7

Juro que é mentira”, encenação de Catarina Requeijo, com interpretação de Gonçalo Egito e Sandra Pereira, destina-se a crianças a partir dos 3 anos e narra o tema da verdade e da mentira.

Na impossibilidade de estrear o espetáculo no D. Maria II em fevereiro, em sessões para famílias e jardins de infância, “Juro que é mentira” chega amanhã ao digital, para que o público, especialmente o mais jovem, se possa manter ligado ao teatro, mesmo quando não podemos sair de casa.  

Esta peça conta uma história educativa sobre a verdade e a mentira e como existe uma para cada gosto:

Há mentiras para todos os gostos: pequenas, grandes, cabeludas, carecas, divertidas, perigosas… Umas são descaradas, outras espreitam em todas as esquinas e algumas estão muito bem escondidas. Há mentiras que parecem verdade e verdades que parecem mentira. Se são mesmo mentiras ou se serão verdade depende de quem as contar” – Sinopse apresentada no site oficial – D. Maria II.

A iniciativa que integra projetos tais como esta peça chama-se “Boca Aberta” e desde 2015 que o Teatro D. Maria II desenvolve espetáculos para os mais jovens.

Baseadas em clássicos da Literatura infantil, estas peças eram apresentadas no Salão Nobre Ageas, mas, de forma a chegar a um maior número de pessoas, este projeto assumiu uma vertente ambulante, visitando Jardins de Infância, espaços da Santa Casa da Misericórdia e o Hospital Dona Estefânia em Lisboa – embora estas deslocações já não sejam possíveis, o espaço “Salinha Online” procura incentivar as crianças para que não esqueçam a cultura e, claro, possam passar bons momentos durante esta quarentena.

 O vídeo do espetáculo está disponível a partir amanhã, dia 6 de março, na Salinha online https://vimeo.com/showcase/7000465 disponível através deste link.

A peça conta com áudio-descrição e interpretação em formato de Linguagem Gestual Portuguesa, para uma melhor integração de todas as crianças.

Este espetáculo foi realizado em alta resolução e reflete um excelente trabalho por parte de todos os profissionais que, mesmo estando em casa, lutam para que a arte não adormeça e consiga sempre chegar às nossas casas. 

Para quem tiver crianças em casa, fica aqui uma sugestão cultural para este fim de semana. Porque não só é importante alimentar as artes, como também alimentar a imaginação!

Artigo escrito por Andreia Simão

Artigo revisto por Ana Sofia Cunha

Andreia Simão

Se não estiver atrasada para algo, é possível que se tenha esquecido completamente. A luta por acabar o curso de Jornalismo está quase a chegar ao fim, contudo, ainda não decidiu qual das suas paixões seguir: A rádio ou a imprensa escrita. Por enquanto vai correndo de núcleo em núcleo! Porquê escolher só um?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *