Música,  Secções,  Sem Categoria

O talento de Charlie Puth foi revelado

Muitos artistas começam a sua carreira a fazer covers de outras músicas e mostram os seus talentos através de canais no Youtube. Estamos a assistir, nestes meses, a uma transformação do (agora) reconhecido Charlie Puth, que passou de um cantor amador para alguém que começa a estar cada vez mais presente e envolvido no mundo da música.

Charles Otto Puth, com 24 anos, é um dos nomes que se tem destacado nos últimos meses e as suas músicas não deixam mentir sobre o talento que possui. Foi aos doze anos que teve a sua primeira experiência a sério na música, ao participar num grupo de Jazz. A 9 de setembro de 2009 criou o seu canal no Youtube – “Charlie Vlogs” –, onde publicava vídeos cómicos e covers acústicos. Começou a escrever os seus próprios temas e, no dia 1 de abril de 2010, lançou o vídeo da sua primeira música, “These Are My Sexy Shades”, lançando ainda no final do mesmo ano o seu primeiro EP como artista independente – “The Otto Tunes”. Como seria de esperar de um cantor e compositor amador, com pouca experiência, os primeiros temas não foram dos melhores, não o impedindo, mesmo assim, de continuar a tentar.

Em 2011 começaram a surgir frutos das suas tentativas. Ao ganhar um concurso patrocinado por Perez Hilton, intitulado “Can You Sing?”, com a sua interpretação do tema “Someone Like You” da Adele, chamou à atenção da Ellen DeGeneres. Nesta altura, com mais alguma visibilidade, começou a cantar com outros artistas. Ainda no mesmo ano, lançou um single juntamente com Emily Luther denominado “Break Again” e, no ano seguinte, cantaram uma versão de “Need You Now”, tema que pertence a Lady Antebellum. Estas e outras participações desencadearam uma maior envolvência com a música, e as colaborações com outros artistas aumentaram a olhos vistos.

Imagem no Artigo 1 (Charlie Puth - Musica)

Porém, foi em 2015 que se deu a “revelação” do seu talento, não só como cantor, mas também como compositor e produtor. No início do ano assinou um contrato com a Atlantic Records e preparava-se para a sua estreia, desta vez não de uma forma tão amadora. Em fevereiro lançou o seu single de estreia, “Marvin Gaye”, cantado em parceria com Meghan Trainor. Não se poderia ter dado a conhecer de melhor forma, visto que o tema recebeu dois certificados de platina na Austrália, e liderou no topo das tabelas na Nova Zelândia, Irlanda e Reino Unido. A música teve um impacto de tamanha dimensão que mesmo agora continua a passar nas rádios como se tivesse sido lançada há dois meses.

Por outro lado, falando agora da sua faceta de compositor e produtor, o grande destaque foi a co-produção que fez da música “See You Again”, em conjunto com Wiz Khalifa. O tema fez parte da trilha sonora do filme Velocidade Furiosa 7 e foi escrito em memória do ator Paul Walker. Com toda a visibilidade e as nomeações que a música teve, Charlie recebeu o seu merecido crédito pelo resultado. Para além desta participação de destaque, co-escreveu e co-produziu ainda temas para outros artistas, tal como “Broke” e “Pull Up”, para o álbum Everything is 4 de Jason Derulo; e “Bombastic” para Bonnie McKee, entre outras composições que fez e ainda continua a fazer.

Imagem no Artigo 2 (Charlie Puth - Musica)

Ainda em 2015, continou a evoluir enquanto artista e lançou o seu primeiro EP – “Some Tipe Of Love” – com uma editora comercial. Em junho lançou o single “Nothing But Trouble” juntamente com Lil Wayne, o que foi uma conjugação inesperada mas que originou um resultado positivo. Mais tarde, em agosto, lançou o tema “One Call Away”, que contagiou o público em seu redor, como se verificou pela grande quantidade de vendas que obteve (513.700 cópias vendidas).

Finalmente, a 29 de janeiro de 2016, lançou oficialmente o seu álbum de estreia, denominado Nine Track Mind. Para além dos temas de destaque já referidos anteriormente, o álbum inclui também temas como “Dangerously”, “Suffer” e “We Don’t Talk Anymore”. Este último tema, para grande surpresa de todos, é cantado juntamente com Selena Gomez, que resultou numa parceria bastante positiva e tornou-se apreciada e reconhecida rapidamente. A música “Suffer”, como também obteve uma avaliação positiva, teve ainda direito a uma versão remix com Vince Staples e Andrealo, lançada a 19 de fevereiro.

https://www.youtube.com/watch?v=vU5oK9XlcVs

Agora que obteve o seu reconhecimento perante o público internacional, tem vários planos e propostas para continuar a evoluir, entre os quais permanecem os covers. Em destaque encontra-se, porém, a Tour do seu primeiro álbum, que dará início em março. Também já foi confirmado para o Festival do Rock in Rio, este que terá lugar em Lisboa, e irá atuar no dia 29 de maio. Por isso preparem-se para começar a ouvir falar cada vez mais, deste tão recente artista a caminho do sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *