Para quem pensava que os Foo Fighters iam acabar

Desde da criação da banda, os Foo Fighters têm vincado a sua posição na categoria do rock. Ao todo já lançaram oito álbuns, dos quais quatro venceram Grammy de “Melhor Álbum de Rock”. Estes e outros prémios trazem-lhes o merecido mérito de uma excelente banda.

Como forma de inovar e crescer ainda mais, em 2014, lançaram o álbum denominado “Sonic Highway”, que veio acompanhado de uma série, com um total de oito episódios, que mostrava os momentos de gravação deste novo álbum.

Mais tarde, em 2015, lançaram um EP intitulado “Saint Cecília”, com o objetivo de homenagear as vítimas do atentado de 13 de novembro que ocorreu em França. Juntamente com este álbum foi lançada uma carta, onde o vocalista David Grohl transmitiu a mensagem que desencadeou os rumores acerca da separação da banda.

Imagem no Artigo (Foo Fighters - Musica)

Sendo esta uma banda com um espírito contagiante e uma presença incansável, o aparecimento de rumores sobre a sua separação tornou a notícia viral. Surgiram boatos de que os Foo Fighters iriam acabar devido a desentendimentos dentro da banda, enquanto outros apostavam que o vocalista queria empenhar-se numa carreira a solo. A verdade é que, com tantas suposições, estavam todos à espera de uma resposta por parte da banda.

O grupo decidiu anunciar que ia fazer um comunicado oficial no dia 2 de março deste ano. Esta notícia espalhou-se e intensificou ainda mais os rumores. Porém, o que vimos foi a melhor resposta que se poderia obter de inúmeros rumores a algo que nunca foi dito.

Os Foo Fighters destacaram-se mais uma vez, agora com o lançamento do vídeo a 2 de março, onde ridicularizavam a situação de como a banda iria terminar. Tal como ditavam os rumores, Grohl decidia abandonar o grupo e seguir uma carreira a solo, enquanto os restantes membros juntaram-se para procurar o novo vocalista. Depois de terem surgido algumas propostas, como Sammy Hagar, Billy Corgan e Chris Cornell, a decisão recaiu sobre Nick Lanchey. O vídeo mostra ainda a banda já a ensaiar com o novo vocalista, enquanto Grohl tenta ser bem sucedido na sua carreira a solo. É muito cómica a forma como todos eles encenaram, propositadamente para realçar o quão improvável seria este acontecimento. A mensagem escrita no final não poderia ser mais clara: “For the millionth time, we’re not breaking up. And nobody’s going fucking solo!”.

E assim conseguiram terminar, de vez, com todos os boatos que circulavam acerca deles!

Artigos recentes

Um adeus a Luis Sepúlveda

Um mês depois da sua morte devido à covid-19, Luis é ainda relembrado – com uma história de vida incrível, certamente memorável para muitos. Escritor,

Ler mais »

Problemas maiores, Carlos?

Claro que eu não discordo totalmente do ponto fulcral. Há problemas maiores. Haver pessoas a morrer é pior do que eu não ter conseguido celebrar

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *