• Artes Visuais e Performativas

    Paus na sexualidade

    Não é preciso sermos uma árvore para sabermos o que é um Pau Duro com Coração Mole, ou um pau mole de coração duro. Em muito estes trocadilhos, e não falando de galhos, transmitem os modos como podemos encarar uma atração. Assim, na exposição “ Pau Duro Coração Mole “ encontramos excertos de algo que nos é tão familiar como o sexo e o amor. Ao que cada série poderia ser considerada arte erótica e simultaneamente não o é, uma vez que não apela apenas à imagem como estímulo sexual mas como estímulo do que é ser sexual e de como é encarada a sexualidade. Os quatro artistas, são artistas…

  • Música,  Secções

    8 artistas que devia ter descoberto mais cedo

    Um dos meus grandes problemas, enquanto ouvinte de música, é que quando gosto muito de um artista ou de um álbum sou capaz de ouvir as mesmas músicas durante semanas. Nem sequer estou a brincar. Sou pessoa para ouvir um álbum até enjoar e depois só voltar a ouvi-lo novamente meses depois. Mas onde está o problema (para além do meu comportamento ligeiramente obsessivo com a música, isto é)? Se és como eu, sabes que quando se passa muito tempo a ouvir a mesma música deixamos que coisas fantásticas nos passem ao lado. Por isso, para te salvar a ti, que tens esse álbum em repeat há uma semana, fiz…

  • Artes Visuais e Performativas,  Secções

    O lápis de pomar e o ferro de chafes

    Quando a arte assume duas formas físicas, servindo o mesmo propósito, não existe qualquer aspecto passível de ser considerado um erro, uma imperfeição ou uma desconexão com a realidade. E é isto que o Atelier Museu Júlio Pomar – na Rua do Vale, em Lisboa – nos apresenta até dia 21 deste mês: a escultura e o desenho numa relação de confronto e, simultaneamente, de total harmonia. Júlio Pomar e Rui Chafes: Desenhar dá início a um programa de exposições do Atelier Museu cujo objectivo é cruzar a obra de Júlio Pomar com a de outros artistas plásticos, de forma a «estabelecer novas relações entre a obra do pintor e…