• Made In ESCS

    Os media e as questões de género: uma equação cujo resultado é calculado no presente

    “Nenhum destino biológico, psíquico, económico define a forma que a fêmea humana assume no seio da sociedade; é o conjunto da civilização que elabora esse produto intermediário entre o macho e o castrado que qualificam de feminino. Só a mediação de outrem pode constituir um indivíduo como outro” – corria o ano de 1949 quando Simone de Beauvoir publicou O Segundo Sexo, livro onde se podia ler a passagem suprarreferida e a citação “Ninguém nasce mulher, torna-se mulher”. A autora que influenciou fortemente a segunda vaga feminista não sonharia que, em pleno século XXI, as suas palavras se fariam ouvir de modo tão forte no seminário “Comunicação, Media e Questões…

  • 7ª Arte

    Estratégia e distribuição cinematográficas: uma questão de arte ou prática?

    O Cinema São Jorge recebeu a mesa redonda “Estratégias de Distribuição em Circuitos Independentes e Festivais” no âmbito do Monstra, festival de animação de Lisboa que a tua Magazine tem vindo a acompanhar. A sala que ainda há dois meses recebeu a Redação Multiplataforma do IV Congresso dos Jornalistas Portugueses encheu-se desta vez de entusiastas da vertente da animação da 7ª arte. Salette Ramalho, em representação da Agência da Curta Metragem, foi a primeira interveniente. Coordena todas as atividades correntes da Agência, desde os contactos com produtoras, circulação de cópias, vendas, distribuição, novos projetos, etc.. A Agência, que foi criada pela Curtas Metragens CRI, entidade que realiza o Curtas Vila…

  • 7ª Arte

    O boneco de madeira de Geppetto que se tornou híbrido nas mãos de mestres da sétima arte

    Entre a década de 40 do séc. XX e o séc. XXI, o rapaz infortunado cujo nariz crescia de cada vez que mentia, nascido da necessidade que um carpinteiro italiano possuía de ter um filho, foi reinventado. As Aventuras de Pinóquio nunca se mantiveram inalteradas e, por isso mesmo, o festival de cinema de animação Monstra, que se realizará até 29 de março, está a apostar numa retrospetiva das mesmas. Captámos a tua atenção? Entra no mundo da obra-prima de Carlo Collodi connosco! Um dia, Gepeto construiu um boneco de madeira muito perfeito e bonito e pôs-lhe o nome de Pinóquio. Corria o ano de 1881 quando o jornalista Carlo…

  • Literatura

    Belinda versus ceticismo: quem ganhará?

    Figura 1 – Versão portuguesa Figura 2 – Versão espanhola Bel – O Amor Para Além da Morte, da escritora espanhola Care Santos, é um dos livros mais misteriosos que se encontram na minha estante. O facto de o tema ser a morte não o justifica: Bel é uma rapariga de dezasseis anos que, certo dia, entra em casa e encontra tudo diferente – a relação dos seus pais está por um fio, a sua melhor amiga age de uma forma diferente e o seu namorado, Isma, permanece em coma num hospital. Após estranhar todos os acontecimentos que sucedem repara que o seu fiel cão ladra quando a vê e…

  • Grande Reportagem

    Afirmou-se o Jornalismo no Cinema São Jorge

    Entre 26 de fevereiro e 1 de março de 1998, a Culturgest recebeu, sob o lema “Jornalismo real, jornalismo virtual”, o terceiro Congresso dos Jornalistas Portugueses. Quase dezanove anos depois, Jorge Sampaio já não é Presidente da República. O jornalista José Pedro Castanheira não falou em nome da comissão organizadora e Diana Andringa não é Presidente do Sindicato dos Jornalistas. Neste enorme período de tempo que separa o terceiro do quarto Congresso dos Jornalistas Portugueses, existiu uma panóplia de mudanças, tanto ao nível do exercício da profissão como num aspecto de relevo imperioso: a colaboração entre os meios académico e profissional estreitou-se de modo louvável. A ESCS MAGAZINE esteve no…

  • Literatura

    Meses Temáticos – dezembro 2016

    Como estamos no mês do natal, a secção de literatura juntou-se e escreveu sobre os nossos livros preferidos que recebemos no Natal. Desde “A despedida de Poirot” a “Quando a neve cai” mostramos-te as nossas escolhas para todos os gostos. Não deixes de dar uma olhadela! Madalena Rodrigues – A Despedida de Poirot O melhor livro que recebi no Natal foi a obra de Agatha Christie cujo nome é “Cai o Pano, O Último Caso de Poirot”. Este foi um livro que me alegrou e me deixou triste ao mesmo tempo visto que se tratava do último caso do meu detetive preferido. Conta o regresso de Poirot à mansão que…

  • Literatura

    O caso peculiar da escritora que não deixou Stephen King pregar olho

    “Não sei quem és, Paula Hawkins, mas mantiveste-me acordado a noite inteira!” – é assim que o “rei do terror” descreve aquela que foi apelidada como a escritora do “próximo Gone Girl”. De Harare a Londres. De The Money Goddess a The Girl On The Train. Afinal, quem é a autora que, em apenas um ano, vendeu mais de 11 milhões de exemplares do seu primeiro livro? Lia livros de Agatha Christie quando era adolescente e desenvolveu um gosto acentuado pelo género criminal devido a The Secret History, de Donna Tartt. Hoje em dia, Kate Atkinson, Tana French, Harriet Lane, Megan Abbot e Gillian Flynn são as suas referências na…