Música,  Secções

You Got It, Agir!

artigo

Quem é afinal Bernardo Correia Ribeiro de Carvalho? Um compositor, um performer, um artista em ascensão.

Conhecido por todos como Agir, o cantor explica o porquê deste seu nome artístico: “Deve-se pensar duas vezes antes de agir, mas costumo agir duas vezes antes de pensar”. Porém, acrescenta agora que já não se considera tão impulsivo e que esta era apenas a sua alcunha em criança. Os seus fãs e seguidores apelidaram-no “The King”, a sua segunda alcunha.

Nascido a 18 de Março de 1988, é filho de Helena Isabel, uma conhecida actriz que tem estado presente em algumas das novelas mais recentes, e de Paulo Carvalho, o cantor e o pai que lhe ensinou como seguir este percurso. Aos 12 anos já escrevia os seus próprios temas e tinha cada vez mais interesse pelo mundo da música. Começou a sua carreira a compor músicas que partilhava com os seguidores através do Youtube e foi em 2010 que as compilou no seu primeiro álbum, “Agir”. Ainda antes deste lançamento, em 2007, participou no Festival da Canção, onde foi premiado pelo seu quarto lugar, com o tema “Dá-me a Lua”.

Com um percurso sempre evolutivo, tem feito digressões pelo país, sendo, aliás, na estrada que aproveita para compor muitos dos temas. Um dos concertos deste Verão foi realizado no Festival Ocean Spirit, em Santa Cruz (Torres Vedras), ao qual tive a oportunidade de ir. Tinha “a casa cheia”, como se costuma dizer, pois, para um dia de semana, o recinto tinha realmente muita gente. É um cantor que faz vibrar a plateia e envolve-a ao máximo no concerto. Não desiludiu os fãs (nem a mim), pois o feedback geral foi muito positivo.

Desde sempre foi muito dedicado aos seus fãs e tem por hábito realizar concertos gratuitos como forma de lhes agradecer. E, de facto, foi realizado, ainda este ano, um concerto grátis, no Centro Comercial Colombo, em Lisboa, aquando o lançamento do seu segundo álbum. “Leva-me a Sério” prometia ser mais um sucesso na indústria musical, e a prova foi o ambiente que se sentiu lá.

O novo álbum, sucessor do homónimo de 2010, mantém o estilo musical que representa o cantor, marcado por batidas de hip hop, R&B e soul. Conta também com a participação de outros artistas, entre os quais Amor Electro, Regula e Diana Matos. Os temas, cantados sempre em português, contam histórias, apresentam factos e dirigem-se a situações, sempre de forma directa. Aliás, o artista sempre foi muito directo na forma como transmitia a mensagem pretendida, não tendo medo de usar asneiras ou expressões mais fortes, destacando-se de muitos potenciais cantores que existem por aí.

Entre os temas do cantor, há sempre os que têm maior destaque. “Tempo É Dinheiro”, provavelmente o mais conhecido e o maior sucesso do artista, está presente no seu novo álbum. As recentes músicas “Parte-me o Pescoço” e “Esconder”, são temas de Verão, que cativaram principalmente a geração mais jovem, mas não só. Em parceria com Regula, apresentou o tema “Deixa-te de Merdas”, que tal como indica o título, tem uma linguagem que nem todos aprovam, mas que transmite uma mensagem para muitos. O álbum conta ainda com outros temas, como “Bola de Cristal”, “Como ela é Bela” e “Toda a gente olha”.

Agora, com 27 anos e uma vasta rede de seguidores, o objectivo do cantor é continuar a trabalhar e “Conquistar o mundo com a minha música”, nas suas próprias palavras.

Got It!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *