7ª Arte

Meryl Streep, a atriz, a artista, a junção

 

m1

Considerada uma das atrizes mais talentosas da sua geração, Meryl Streep trabalha meritoriamente em teatro, televisão e cinema há mais de três décadas. O perfeccionismo surge como uma das suas características principais, preparando sempre meticulosamente os seus papéis, de forma a imergir-se por completo em cada personagem.

Streep nasceu a 22 de Junho de 1949 e cresceu no estado de New Jersey. Tem origem alemã e irlandesa e é descendente de emigrantes ingleses do século XVII. Durante a sua juventude, sonhava ser cantora de ópera, acabando por se iniciar em aulas de canto aos 12 anos. Frequentou Bernardsville High School, graduou-se em Teatro Dramático, fez o mestrado em Artes Dramáticas na Yale University of Drama, acabando ainda por estudar Figurino e Dramaturgia no Darmouth College, quando decidiu apostar na representação.

m2

É conhecida, especialmente, pela sua grande capacidade de igualar sotaques, desde o dinamarquês em Out of Africa (1985), ao inglês britânico de Plenty (1985), o italiano em The Bridges of Madison County (1995), o sotaque de Minnesota em Prairie Home Companion (2006), o irlandês em Ironweed e até mesmo o sotaque de Bronx em Doubt. Em Dama de Ferro, Meryl conseguiu reproduzir sem falhas o estilo estridente com que Margaret Thatcher falava antes de esta se tornar primeira ministra e, após aulas de fonoaudiologia, o tom mais suave que passou a utilizar.

A própria (Meryl), afirma que os sotaques são a parte óbvia e evidente da construção das personagens e que, para os conseguir reproduzir tão diferenciadamente, basta ouvi-los. Ouvir realmente e com atenção.

m3

Já recebeu 18 indicações ao Óscar, onde acabou por vencer três vezes. Também recebeu 28 indicações ao Globo de Ouro, vencendo oito. Pela sua contribuição para a cultura dos Estados Unidos da América através das Artes Perfomáticas, recebeu ainda o prémio honorário do American Film Institute em 2004 e o Kennedy Center Honor em 2011, sendo a mais jovem artista a receber tal distinção.

A 16 de Setembro de 1998 recebeu uma estrela no Passeio da Fama de Hollywood, localizada no número 7020 de Hollywood Boulevard. Em 2010 e aos 60 anos, tornou-se ainda a pessoa com mais idade na capa da revista Vogue, afirmando não só a sua posição artística como também o seu lugar como exemplo feminino.

m4

Em breve estreará “Into The Woods”, o mais recente musical infantil da Disney dirigido por Rob Marshall, onde a poderemos encontrar a atuar e a cantar no papel principal.

Com muitos projectos em mãos e com vários lançamentos previstos para os próximos anos, Meryl mostra tudo menos sinais de abrandamento. É certo então, que o seu perfil não vai ficar por aqui e que vamos continuar a ser injectados com a magia desta poderosa atriz, que não só sabe transmitir subjetividade, como ainda comanda a arte de interpretar um completo catálogo de sintomas e emoções.

m5

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *